Notícias

Por disputa política, Wagner Montes e Record Rio se estranham feio

Jornalista teria cogitado se mudar para o SBT


fe265d8ddf352b8ec69ec2a25f18c8ec.jpg
Divulgação/TV Record

O clima entre o apresentador do "Balanço Geral Rio", Wagner Montes, e a direção da Rede Record está tenso novamente, devido a uma disputa política.

Segundo informações obtidas pelo NaTelinha, Wagner e os bispos da Igreja Universal do Reino de Deus estão em pé de guerra, porque o apresentador, que foi um dos deputados mais votados do Rio de Janeiro, se recusa a fazer propaganda para o candidato do PRB ao governo do estado, Marcelo Crivella.

Montes teria voltado para a faixa do meio-dia (antes estava às 6h30) prometendo fazer campanha para Crivella. O problema é que o apresentador não tem usado sua credibilidade e não tem se envolvido na campanha do candidato, levando os bispos à loucura.

Com o clima ruim, Wagner Montes estaria negociando com o SBT Rio, para ter um programa nos mesmos moldes da Record.

O assunto sobre a possibilidade pegou todos de surpresa na emissora de Silvio Santos, já que o canal está satisfeito com o desempenho de Isabele Benito e o "SBT Rio" na faixa do meio-dia.

Procurado pelo NaTelinha, o SBT não confirma a existência de uma negociação.

Não é a primeira vez que a disputa política, em detrimento ao canal, faz Wagner Montes e Record brigarem. No início do ano, o jornalista foi para o horário da manhã por não ter aceitado se candidatar à deputado estadual pelo PRB, partido ligado à Igreja, se candidatando pelo PSD.

Nas eleições, Wagner Montes foi um dos cinco deputados mais votados do Rio de Janeiro. Seu prestígio junto à população é bastante alto, e por isso os bispos gostariam de seu apoio a Marcelo Crivella, que disputa o governo do Rio contra o atual gestor, Luiz Fernando Pezão (PMDB).