Notícias

Repórter sobre tentativa de assalto no Rio: "situação inacreditável"


ed0db14ac46e59c8209e0e6b4ef24771.jpg
Divulgação

O repórter Eduardo Tchao deu uma entrevista ao programa "Encontro com Fátima Bernardes" sobre a tentativa de assalto de um marginal enquanto uma mulher era entrevistada por ele para o "RJTV", da Globo.

Na conversa, Tchao ressaltou que a situação já acontece há alguns anos no Centro do Rio e que é inacreditável o fato do roubo ter acontecido na frente das câmeras de reportagem: "Eu, o cinegrafista e a senhora não esperávamos por isso. Ela tomou um susto, mas o cordão não foi levado. Corri atrás do ladrão. O impulso e o reflexo me levou a isso, Mas é uma situação inacreditável, bizarra. Eles não se intimidam nem com as câmeras de uma emissora de televisão como a Globo".


Tchao ressaltou que a Polícia Militar só apareceu no local depois que os trombadinhas já tinham fugido: "Depois da matéria de ontem, apareceram PMs aqui. Mas será que esses carros vão continuar aqui amanhã ou depois, porque a impunidade continua e forte".
 


Rosto do acusado é preservado por haver a possibilidade dele ser menor de idade


Fátima concordou e ainda acrescentou: "A região já é violenta, e ainda não tem nenhum policiamento. A polícia precisa intervir".

Entenda o caso

Uma mulher sofreu uma tentativa de assalto durante entrevista à TV Globo do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (9).

A reportagem era sobre a falta de segurança no Centro do Rio. Um rapaz tentou roubar a corrente da entrevistada diante das câmeras, passando a mão no pescoço da mulher. O repórter correu atrás do jovem, mas ele conseguiu fugir sem levar o cordão.

Em entrevista para o "RJTV", a vítima disse: "Chegou a arranhar o meu pescoço. Fiquei até nervosa". A reportagem flagrou outros menores entrando em um ônibus pela janela, em diferentes ocasiões. Além de um furto, no qual o menor arranca o cordão de uma outra mulher e sai correndo.