Reportar erro
Notícias

"Pânico" tem mais ações de merchandising sem Sabrina Sato

08daa78e2c6f05aeed08220462891398.jpg
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 05/03/2014 às 08:14:29

Em dezembro, Sabrina Sato foi oficialmente contratada pela Record, após uma longa disputa com a Band, que queria mantê-la no "Pânico".

O humorístico tinha medo de perder força comercial sem Sabrina, que é uma das queridinhas dos anunciantes.

Porém, os primeiros números mostram que a japa não está fazendo tanta falta assim.

Segundo informações da coluna "Outro Canal", as três primeiras edições inéditas do "Pânico", após as férias e a saída de Sabrina, mostraram que os anunciantes não fugiram. Muito pelo contrário: o programa apresentou mais merchandisings na comparação com o início do ano passado.

No dia 16 de fevereiro, o "Pânico" exibiu oito ações de merchandisings, ante sete em 17 de fevereiro de 2013.

Nas semanas seguintes, 23 de fevereiro e 02 de março, a atração novamente teve mais merchandisings que as edições do ano passado.

Quando ainda estava no "Pânico", Sabrina Sato protagonizava as principais campanhas. Cada ação custa em média R$ 500 mil na Band.

A japa estrelava cerca de 45% dos merchans, e a emissora estava com medo de que a saída dela provocasse uma queda no comercial.