Notícias

Ed Motta desabafa no Twitter após polêmica; cantor detona a imprensa.


img20110517103911.jpg
Divulgação

Após fazer declarações polêmicas no Facebook e virar notícia em sites e jornais de todo o Brasil, o cantor Ed Motta usou seu perfil no Twitter na última segunda (16) para desabafar. Ele detonou a imprensa.

"Uma coisa muito importante. Os tais comentários infelizes que fiz foram absolutamente TODOS em tom de brincadeira. Mas é mais fácil acreditar no jornal que precisa vender a todo custo. Todos brincam em bares, nas suas casas etc. Eu estava no meu perfil de Facebook que julgava ser algo pessoal...Os jornalistas ironizados por mim o tempo todo conseguiram sua revanche de 15 minutos", escreveu.

O cantor contou que sempre elogia vários artistas, mas não vira notícia com isso. "O engraçado é que coloco quase diariamente milhares de informações que exaltam milhares de artistas do mundo todo independente de credo, raça ou posição social. O que divido das minhas pequisas não tem mérito de consideração pra essa imprensa ignorante, marrom, pelega. Minha polêmica rende mais. Esse é o Brasil que adora ver acidente de carro, ser nacionalista na véspera da copa".

Ed Motta seguiu falando mal dos jornalistas: "Eu não tenho NADA contra NADA eu estava de gozação entre amigos. Se não fosse eu assumiria numa boa. O triste é ver que a informação em quantidades industriais que é colocada aqui tem menos relevância do que uma brincadeira idiota que os jornalistas invejosos pegaram pra bode expiatório. Não fico chateado com todos que estão me xingando, ofendendo etc. Mas jornalista... Esses eu odeio mais do que nunca".

Em seu desabafo no Twitter, o cantor se mostrou arrependido da brincadeira que fez no Facebook, quando acreditava que era uma página pessoal e ninguém poderia ler o que ele escrevia.

"Seria maravilhoso esse senso opinativo do Brasil na hora de se organizar contra seus verdadeiros inimigos. E nossa eu não sou nem de perto um exemplo padrão de beleza. Foi brincadeira e não estou recuando, com medinho nada. Quando afirmei que detestava Oasis eu assumo e banco até o fim minha opinião. Essa patrulha ideológia em pleno 2011 é realmente um atraso", disse.
 


Reprodução/Twitter