Cerimônia

Com Adriana Esteves, conheça os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

"Benzinho" foi o grande vencedor da noite

Com Adriana Esteves, conheça os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro
Filme "Benzinho" - Foto: Divulção

Publicado em 15/08/2019 às 13:40:00

Por: Naian Lucas

Aconteceu na noite dessa quarta-feira (14), pela primeira vez em São Paulo, o 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A premiação fez “Benzinho”, de Gustavo Pizzi, a grande vencedora da noite. O longa-metragem conta a história de uma mãe de família que enfrenta a partida do filho para o exterior.

A produção venceu em seis categorias, sendo elas: filme, atriz principal, atriz coadjuvante, direção, melhor roteiro original e montagem de ficção. O “Grande Circo Místico”, de George Moura, autor de “Onde Nascem os Fortes” (2018), e Cacá Diegues, também venceu seis premiações, mas em categorias mais técnicas, como direção de fotografia, roteiro adaptado, direção de arte, figurino, maquiagem e efeito visual.

A história de José Abelardo Barbosa foi contada no filme “Chacrinha: O Velho Guerreiro” e a consagração aconteceram nas categorias de ator, votação popular de melhor longa de ficção e som.

Diversas celebridades compareceram para prestigiar o evento, tendo destaque para Adriana Esteves, que mudou seu visual para interpretar sua personagem em “Amor de Mãe” e também venceu como melhor atriz coadjuvante. Houve ainda protestos em defesa do audiovisual e da manutenção da Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Confira os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro:

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO

BENZINHO, de Gustavo Pizzi.

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

EX PAJÉ, de Luiz Bolognesi

MELHOR LONGA-METRAGEM INFANTIL 

DETETIVES DO PRÉDIO AZUL 2 - O MISTÉRIO ITALIANO, de Viviane Jundi

MELHOR LONGA-METRAGEM COMÉDIA

MINHA VIDA EM MARTE, de Susana Garcia.

MELHOR DIREÇÃO

GUSTAVO PIZZI, por Benzinho

MELHOR ATRIZ

KARINE TELES, por Benzinho

MELHOR ATOR

STEPAN NERCESSIAN, por Chacrinha: O Velho Guerreiro (de Andrucha Waddigton)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

ADRIANA ESTEVES, por Benzinho

MELHOR ATOR COADJUVANTE

MATHEUS NACHTERGAELE, por O Nome da Morte (de Henrique Goldman)

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA

GUSTAVO HADBA, ABC, por O Grande Circo Místico

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

KARINE TELES e GUSTAVO PIZZI, por Benzinho

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

CARLOS DIEGUES e GEORGE MOURA, por O Grande Circo Místico

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

ARTUR PINHEIRO, por O Grande Circo Místico

MELHOR FIGURINO

KIKA LOPES, por O Grande Circo Místico

MELHOR MAQUIAGEM

CATHERINE LEBLANC CARAES e EMMANUELLE FÈVRE, por O Grande Circo Místico

MELHOR EFEITO VISUAL

MARCELO SIQUEIRA, ABC e THIERRY DELOBEL, por O Grande Circo Místico

MELHOR MONTAGEM FICÇÃO

LIVIA SERPA, por Benzinho

MELHOR MONTAGEM DOCUMENTÁRIO

GUSTAVO RIBEIRO e RODRIGO DE OLIVEIRA, por Todos os Paulos do Mundo

MELHOR SOM

JORGE SALDANHA, ARMANDO TORRES JR, ABC, ALESSANDRO LAROCA, EDUARDO VIRMOND LIMA e RENAN DEODATO, por Chacrinha: O Velho Guerreiro

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

ELZA SOARES e ALEXANDRE MARTINS, por My Name is Now, Elza Soares

MELHOR TRILHA SONORA

ZECA BALEIRO, por Paraiso Perdido (de Monique Gardenberg)

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

INFILTRADO NA KLAN/ Blackkklansman (EUA), de Spike Lee. 

MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO

UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner. 

MELHOR LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO - MENÇÃO HONROSA

PEIXONATA - O FILME

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO

LÉ COM CRÉ, de Cassandra Reis

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

COR DE PELE, de Livia Perini

MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO

O ÓRFÃO, de Carolina Markowicz

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE ANIMAÇÃO

IRMÃO DO JOREL, de Juliano Enrico

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE DOCUMENTÁRIO

INHOTIM - ARTE PRESENTE

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE FICÇÃO 

ESCOLA DE GÊNIOS - 1ª TEMPORADA

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO - VOTO POPULAR

CHACRINHA: O VELHO GUERREIRO de Andrucha Waddington

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO - VOTO POPULAR

MY NAME IS NOW, ELZA SOARES, de Elizabete Martins Campos       

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO - VOTO POPULAR

NASCE UMA ESTRELA/A Star is Born (EUA), de Bradley Cooper.

MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO - VOTO POPULAR

UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!