Cerimônia

Com Adriana Esteves, conheça os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

"Benzinho" foi o grande vencedor da noite

Com Adriana Esteves, conheça os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro
Filme "Benzinho" - Foto: Divulção

Publicado em 15/08/2019 às 13:40:00

Por: Naian Lucas

Aconteceu na noite dessa quarta-feira (14), pela primeira vez em São Paulo, o 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A premiação fez “Benzinho”, de Gustavo Pizzi, a grande vencedora da noite. O longa-metragem conta a história de uma mãe de família que enfrenta a partida do filho para o exterior.

A produção venceu em seis categorias, sendo elas: filme, atriz principal, atriz coadjuvante, direção, melhor roteiro original e montagem de ficção. O “Grande Circo Místico”, de George Moura, autor de “Onde Nascem os Fortes” (2018), e Cacá Diegues, também venceu seis premiações, mas em categorias mais técnicas, como direção de fotografia, roteiro adaptado, direção de arte, figurino, maquiagem e efeito visual.

A história de José Abelardo Barbosa foi contada no filme “Chacrinha: O Velho Guerreiro” e a consagração aconteceram nas categorias de ator, votação popular de melhor longa de ficção e som.

Diversas celebridades compareceram para prestigiar o evento, tendo destaque para Adriana Esteves, que mudou seu visual para interpretar sua personagem em “Amor de Mãe” e também venceu como melhor atriz coadjuvante. Houve ainda protestos em defesa do audiovisual e da manutenção da Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Confira os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro:

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO

BENZINHO, de Gustavo Pizzi.

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

EX PAJÉ, de Luiz Bolognesi

MELHOR LONGA-METRAGEM INFANTIL 

DETETIVES DO PRÉDIO AZUL 2 - O MISTÉRIO ITALIANO, de Viviane Jundi

MELHOR LONGA-METRAGEM COMÉDIA

MINHA VIDA EM MARTE, de Susana Garcia.

MELHOR DIREÇÃO

GUSTAVO PIZZI, por Benzinho

MELHOR ATRIZ

KARINE TELES, por Benzinho

MELHOR ATOR

STEPAN NERCESSIAN, por Chacrinha: O Velho Guerreiro (de Andrucha Waddigton)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

ADRIANA ESTEVES, por Benzinho

MELHOR ATOR COADJUVANTE

MATHEUS NACHTERGAELE, por O Nome da Morte (de Henrique Goldman)

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA

GUSTAVO HADBA, ABC, por O Grande Circo Místico

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

KARINE TELES e GUSTAVO PIZZI, por Benzinho

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

CARLOS DIEGUES e GEORGE MOURA, por O Grande Circo Místico

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

ARTUR PINHEIRO, por O Grande Circo Místico

MELHOR FIGURINO

KIKA LOPES, por O Grande Circo Místico

MELHOR MAQUIAGEM

CATHERINE LEBLANC CARAES e EMMANUELLE FÈVRE, por O Grande Circo Místico

MELHOR EFEITO VISUAL

MARCELO SIQUEIRA, ABC e THIERRY DELOBEL, por O Grande Circo Místico

MELHOR MONTAGEM FICÇÃO

LIVIA SERPA, por Benzinho

MELHOR MONTAGEM DOCUMENTÁRIO

GUSTAVO RIBEIRO e RODRIGO DE OLIVEIRA, por Todos os Paulos do Mundo

MELHOR SOM

JORGE SALDANHA, ARMANDO TORRES JR, ABC, ALESSANDRO LAROCA, EDUARDO VIRMOND LIMA e RENAN DEODATO, por Chacrinha: O Velho Guerreiro

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

ELZA SOARES e ALEXANDRE MARTINS, por My Name is Now, Elza Soares

MELHOR TRILHA SONORA

ZECA BALEIRO, por Paraiso Perdido (de Monique Gardenberg)

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

INFILTRADO NA KLAN/ Blackkklansman (EUA), de Spike Lee. 

MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO

UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner. 

MELHOR LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO - MENÇÃO HONROSA

PEIXONATA - O FILME

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO

LÉ COM CRÉ, de Cassandra Reis

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

COR DE PELE, de Livia Perini

MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO

O ÓRFÃO, de Carolina Markowicz

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE ANIMAÇÃO

IRMÃO DO JOREL, de Juliano Enrico

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE DOCUMENTÁRIO

INHOTIM - ARTE PRESENTE

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE FICÇÃO 

ESCOLA DE GÊNIOS - 1ª TEMPORADA

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO - VOTO POPULAR

CHACRINHA: O VELHO GUERREIRO de Andrucha Waddington

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO - VOTO POPULAR

MY NAME IS NOW, ELZA SOARES, de Elizabete Martins Campos       

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO - VOTO POPULAR

NASCE UMA ESTRELA/A Star is Born (EUA), de Bradley Cooper.

MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO - VOTO POPULAR

UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!