Reportar erro
Oscar

Presidente da CICAE crítica a Academia por premiar “Roma”: “É uma desvalorização do Oscar”

A edição da premiação segue recebendo críticas

Roma
Roma - Foto: Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 27/02/2019 às 22:45:14

Poucos dias depois de realizada, a cerimônia do Oscar 2019 deste ano continua a receber muitas críticas. Se não bastasse o descontentamento sobre “Green Book” levar a estatueta como Melhor Filme, agora “Roma” virou motivo de discussões.

Para os donos do Cinema Europeu, o resultado pode menosprezar o valor do Oscar, que é a mais importante premiação do cinema mundial. "Consideramos dar três prêmios para 'Roma' uma desvalorização do Oscar", disse Detlef Rossmann, presidente da associação européia de cinema CICAE. “‘Roma’ não era visível na maioria dos cinemas do mundo. O Oscar vai se tornar outra versão do Emmy, homenageando ‘produções televisivas’”, enfatizou.

Diante do descontentamento, a CICAE pediu à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para redefinir as regras e os termos da indicação ao Oscar, a fim esclarecer futuramente a diferença entre cinema e televisão. Em 2018, os expositores na França pediram aos organizadores do Festival de Cannes que banisse os filmes da Netflix da competição oficial. A iniciativa acabou fazendo com que “Roma” estreasse em Veneza e o diretor do longa, Alfonso Cuarón, acabou faturando o Leão de Ouro de Melhor Filme.

Segundo Christian Brauer, Presidente da Associação Alemã de Expositores AG Kino, em momento algum a Netflix se importou com o filme. Ela só queria promover sua marca. Apesar da oposição à plataforma de streaming, os expositores europeus elogiaram o longa-metragem mexicano.


Além disso, a maioria acolheu a decisão da Academia em dar o Oscar de Melhor Diretor à Alfonso Cuarón. Entretanto, há uma forte expectativa para que a Netflix reavalie suas estratégias. Investir em filmes mais caros e lançá-los primeiro nas salas de cinema, faturando mais. Em contrapartida, na opinião de alguns críticos a produção de Cuarón ganhou mais visibilidade na plataforma do que se fosse exibida em salas comerciais de cinemas dos EUA e da Europa.

Mais Notícias