Reportar erro
Lista NT

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Daniel de Oliveira em O Tempo Não Para
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 16/02/2019 às 07:01:52

Na última quinta-feira (14), estreou o filme “Minha Fama de Mau”, cinebiografia musical sobre o cantor Erasmo Carlos. Dirigido por Lui Farias, o longa retrata um dos movimentos musicais de maior importância na década de 60:  A Jovem Guarda.

Além da vida do Tremendão interpretado por Chay Suede, quem for ao cinema irá poder conferir sua relação com seus grandes parceiros de jornada, o Rei Roberto Carlos (Gabriel Leone) e Ternurinha Wanderléa (Malu Rodrigues).

Esta não é a primeira vez que o cinema nacional leva para as telonas a cinebiografia de um grande artista da música brasileira. Para este ano, já está programada a estreia de “Simonal” (2018) em setembro. Nós listamos algumas produções.

Confira a lista!

Cazuza: O Tempo Não Para (2004)

Com direção de Walter Carvalho e Sandra Werneck, o longa foi baseado no livro “Cazuza - Só As Mães São Felizes”, escrito por Lucinha Araújo, mãe do cantor. A trama faz uma releitura da vida pessoal e profissional do artista desde a década de 80, quando lançou a banda de rock Barão Vermelho, passando pela carreira solo até chegar à sua morte, em 1990, por decorrência do vírus da AIDS. Marieta Severo dá vida à mãe do artista enquanto que Reginaldo Faria interpreta o empresário João Araújo, pai de Cazuza. Destaque para Daniel de Oliveira que sofreu uma transformação tão extraordinária que, em alguns momentos do filme, dá a sensação de estarmos vendo o saudoso cantor no palco.

Gonzaga: De Pai para Filho (2012)

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Dirigido por Breno Silveira, o longa-metragem retrata o relacionamento conturbado entre o Rei do Baião Luiz Gonzaga (Chambinho do Acordeon) e seu filho, Gonzaguinha (Júlio Andrade), duas figuras ilustres da nossa música que passaram grande parte da vida separados por conta das suas escolhas profissionais.

Raul: O Início, o fim e o meio (2012)

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Com direção de Walter Carvalho, o documentário fala sobre Raul Seixas, um dos maiores ícones do rock brasileiro que em parceria com o amigo, hoje escritor de Best Seller, Paulo Coelho, criou a "sociedade alternativa". Através de documentos e depoimentos de músicos e compositores como Nelson Motta, Caetano Veloso e Tom Zé, além de amigos e dos familiares como suas ex-esposas e as filhas, foi possível traçar um raio X da vida e obra do polêmico artista brasileiro chamado de “Maluco Beleza”.

Tim Maia (2013)

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Estrelado por Babu Santana e dirigido por Mauro Lima, aqui é possível conhecer a trajetória do cantor desde sua juventude no Rio de Janeiro, quando firmou parceria com Roberto Carlos, passando pela ida aos Estados Unidos, a descoberta de uma nova sonoridade e a verdadeira paixão pela música soul, até chegar ao auge da carreira e sua partida precoce aos 55 anos.

Elis (2016)

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Com direção de Hugo Prata, conhecido da série infantil “Castelo Ra-Ti-Bum”, e brilhantemente estrelado por Andreia Horta, o filme narra a vida e obra de Elis Regina, uma das mais importantes cantoras que a MPB já teve, desde a busca pelo sucesso, passando por suas parcerias e o legado deixado pela artista. No início deste ano, a produção foi adaptada para a TV e exibida pela Rede Globo em formato de minissérie.

Simonal (2018)

Relembre 6 cinebiografias musicais produzidas pelo cinema nacional

Com direção do estreante Leonardo Domingues, o filme conta a história do cantor Wilson Simonal (Fabrício Boliveira), dono de uma voz marcante e de um charme irresistível, desde o sucesso estrondoso até sua derrocada motivada pelas más finanças e péssimas escolhas. Destaque para a participação de Isis Valverde. Exibido excepcionalmente no Festival do Rio ano passado, o longa tem estreia marcada para setembro deste ano nos cinemas brasileiros.

Mais Notícias