15 famosos que tiveram a chance, mas nunca venceram o Oscar de melhor ator ou atriz

Fotos: Divulgação

Publicado em 28/02/2018 às 17:04:12 ,
atualizado em 28/02/2018 às 17:16:15

Por: Taty Bruzzi

No próximo domingo (4), acontece 90ª edição do Oscar. Apresentada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, a premiação é a mais importante do cinema mundial.

Não há como negar que todos os olhos estarão voltados para as produções que mais repercussão tiveram no último ano, além das atuações de grandes nomes de Hollywood.

Entretanto, nem sempre a nossa torcida dá bons resultados. Existem grandes nomes do cinema que nunca conseguiram uma estatueta de melhor ator ou atriz, mesmo sendo indicado mais de uma vez. Destacamos 15 deles.

Confira!

Amy Adams

A última edição do Oscar deixou muita gente frustradada, pois depois de cinco indicações ao longo da carreira era praticamente certa a vitória de Amy Admas por sua atuação em “A Chegada”, mas a atriz acabou ficando mais uma vez sem a estatueta.

Annette Bening

É uma das estrelas mais respeitadas em Hollywood. Sua primeira indicação ao Oscar de Melhor Atriz foi em 1999, por “Beleza Americana”. Depois, vieram ainda “Adorável Julia” (2004) e “Minhas Mães e Meu Pai” (2010). No ano passado, a atriz cabou ficando de fora da corrida pelo Oscar apesar do trabalho brilhante em “Mulheres do Século XX” (2016) e que lhe rendeu a indicação ao Globo de Ouro.

Brad Pitt

Além de lindo, o ator acabou construindo uma carreira de respeito. Indicado três vezes ao Oscar de melhor ator por “Os 12 Macacos” (1995), “O Curioso Caso de Benjamin Button” (2008) e “O Homem que Mudou o Jogo” (2011), nunca venceu.

Edward Norton

Mais um jovem e brlhante ator que nunca foi contemplado pela Academia, mesmo tendo sua maior chance em 1996 por “Duas Faces de Um Crime”. Edward Norton recebeu, ainda, mais duas indicações: “A Outra História Americana” (1998) e “Birdman” (2015).

Gary Oldman

O ator britânico pode ter a chance de levar para casa sua primeira estatueta do Oscar no proximo domingo, graças a sua interpretação como Winston Churchill em “O Destino de uma Nação” (2016). Até então, Gary Oldman só foi indicado em 2011 por “O Espião que Sabia Demais”.

Glenn Close

Apesar de já ter recebido seis indicações ao Oscar, a mais recente por sua atuação em “Albert Nobbs” (2011), aos 70 anos Glen Close nunca venceu. As outras oportunidades foram por seu trabalho em “Ligaçoes Perigosas”, “Atração Fatal”, “Um Homem Fora de série”, “ O Reencontro” e “O Mundo Segundo a Garp”, todos lançados na década de 80.


publicidade

Harrison Ford

Veterano ator e eterno Indiana Jones, Harrison Ford só foi lembrado pela Academia uma única vez, por seu trabalho em “A Testemunha” (1985), mas não levou a estatueta. Curiosamente, o seu nome entrou por duas vezes no Guinness Book como o ator que gerou o maior número de bilheteria e estrelou o maior número de filmes que ultrapassaram a marca de 100 milhões de dólares em bilheterias nos EUA.

Helena Bonham Carter

Ao longo de sua carreira, a atriz já recebeu inúmeras indicações em grandes festivais de cinema, especula-se que mais de 80. Entretanto, só concorreu ao Oscar duas vezes, a primeira como melhor atriz em “Asas do Amor” (1997) e a segunda como melhor atriz coadjuvante “O Discurso do Rei” (2010).

John Malkovich

Outro veterano ator que nos deixa chocados por nunca ter sido contemplado com uma estatueta do Oscar. Teve duas oportunidades como melhor ator coadjuvante. A primeira em 1985, pelo filme “Um Lugar no Coração” (1984). Já a segunda em 1994, por seu trabalho em “Na Linha de Fogo” (1993).

Johnny Depp

Assim como tantos outros jovens atores, Johnny Depp já foi indicado para vários prêmios importante do cinema como Globo de Ouro, BAFTA, People’s Choice e Festival de Cannes, dentre outros, vencendo alguns. Só lhe falta o Oscar, pelo qual já concorreu três vezes como melhor ator por “Piratas do Caribe – A Maldição do Pérola Negra” (2003), “Em Busca da Terra do Nunca” (2004) e “Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” (2008).

Kenneth Branagh

Ator, escritor e diretor irlandês, Kenneth Branagh coleciona alguns prêmios importantes, mas nenhum Oscar. Sua primeira indicação na Academia foi em 1992, pelo curta-metragem “Swan Song”. Entretanto, a primeira oportunidade de ganhar uma estatueta de melhor ator foi com “Henry V” (1995), filme pelo qual também concorreu ao Oscar de melhor diretor. Em 1996, Branagh foi indicado para melhor roteiro por sua adaptação da peça “Hamlet”, de Shakespeare. Já em 2012, concorreu ao Oscar de melhor ator coadjuvante por “Sete Dias com Marilyn”. Seu trabalho mais recente foi o remake de “Assassinato no Expresso do Oriente” (2017), baseado em conto de Agatha Christie.

Ralph Fiennes

Infelizmente, até hoje o ator britânico recebeu apenas dus indicações ao Oscar. A primeira de ator coadjuvante em “A Lista de Schindler” (1994), e a segunda de melhor ator por “O Paciente Inglês” (1997), mas não levou nenhuma. Não é exagero dizer que ele poderia ter sido lembrado, ainda, pelo seu desempenho em “O Grande Hotel Budapeste” (2015), filme pelo qual levou o Globo de Ouro e o BAFTA.

Samuel L. Jackson

Sim, você leu direito. O lendário ator nunca levou uma estatueta para casa. Na verdade, até hoje Samuel L Jackson só concorreu ao Oscar uma única vez, por seu trabalho em “Pulp Fiction” (1994). Entretanto, já foi indicado ao Globo de Ouro 4 vezes: “A Solução Final” (1994), “Pulp Fiction” (1994) “Tempo de Matar” (1996) e “Jackie Bronw” (1997).

Tom Cruise

Ao longo de sua carreira, Tom Cruise teve três chances de levar para casa uma estatueta. A primeira delas foi em 1989, pelo ótimo trabalho em “Nascido em 4 de Julho”. As outras duas oportunidades foram por sua atuação em “Jerry Maguire – A Grande Virada” (1996) e “Magnólia”, em 1999. A impressão que temos é a de que já passou da hora do astro ser presenteado pela Academia.

Woody Harrelson

O ator tornou-se conhecido do grande público em 1996 por causa de sua atuação em “O Povo Contra Lary Flint”. O filme lhe rendeu indicação ao Oscar e ao Globo de Ouro como melhor ator, mas Woody Harrelson não venceu em nenhum dos dois prêmios. Foi novamente indicado em 2009, por seu trabalho em “O Mensageiro”, mas não levou. Este ano, tem sua terceira chance de levar a estatueta para casa. O ator concorre ao Oscar por “Três Anúncios para um Crime” (2017). Vale a nossa torcida.



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade