Produtor denunciado por assédio e estupro é retirado dos créditos de novo filme

Divulgação

Publicado em 26/10/2017 às 18:25:35

Por: Taty Bruzzi

Pelo visto, os escândalos sexuais envolvendo Harvey Weinstein não vão passar despercebidos. Desde o último mês, o produtor vem sendo denunciado por estrelas e demais profissionais de Hollywood por assédio e estupro.

Enquanto estão sendo apurados os fatos, o empresário está afastado do comando da The Weinstein Company” Agora, o nome da produtora foi retirado dos créditos de “Terra Selvagem”, filme estrelado por Jeremy Renner e Elizabeth Olsen.

O longa estreou nos Estados Unidos em agosto deste ano, mas chega ao Brasil somente no dia 2 de novembro. A decisão prevê a remoção de qualquer menção ao nome do produtor, incluindo versões em vídeos disponibilizadas pela Lionsgate, assim como o lançamento de streaming pela Netflix e exibições em premiações.

Aliás, a filme já rendeu o prêmio de “Melhor Direção” para o até então desconhecido Taylor Sheridan na mostra Um Certain, no Festival de Cannes 2017. Agora, os produtores visam indicações ao Academy Awards.

Por conta disso, uma campanha em favor do Oscar está sendo financiada pela Acacia Entertainment, entidade apoiada pelas tribos Tunica-Biloxi e contribuiu para grande parte do orçamento de US$ 10 milhões do longa.

Produção teme repercussão negativa por causa do nome de Weisntein

Associar o nome Weinstein à “Terra Selvagem” pode diminuir ou ate mesmo acabar com as chances de o longa se sair bem nas premiações do cinema mundial. O thriller de suspense aborda o estupro e a exploração de nativas norte-americanas em reservas.

Sendo assim, o fato de a produção ter sido lançada por uma empresa que tem como líder alguém envolvido em escândalos sexuais, agressões e estupro, é praticamente dar um tiro no pé. Para não dizer um tanto quanto irônico.



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade