Reportar erro
Empresário

Fernando Oliveira: Da infância pobre em Tocantins a volta por cima Londres

Foi com muita determinação que um brasileiro filho de família de origem humilde conseguiu mudar de vida na Inglaterra

Fernando Oliveira
Fernando Oliveira
Redação NT

Publicado em 13/04/2021 às 19:16:30,
atualizado em 14/04/2021 às 14:35:50

Fernando Oliveira tem dificuldades em falar da sua infância difícil. Sempre teve sonhos e alguns deles nunca conseguiu realizar. Nasceu na cidade de Paraíso do Tocantins, município do estado do Tocantins, Norte do Brasil. Em busca de melhores condições de vida, com apenas seis anos de idade, mudou com a família pra Goiânia, estado de Goiás. A família era formada pela mãe, seu irmão de três anos de idade, um tio e primos.

Na chegada ao novo destino encontraram muitas dificuldades. Não tinham o que comer e nem onde morar. Sua mãe saiu à procura de trabalho pra tentar conseguir alguma coisa. Nunca teve pai e sua mãe sempre acumulou as duas funções, pai e mãe, sendo o arrimo da família.

Não suportando o sofrimento da mãe falou que tinha visto outros meninos catando papel e plástico pra vender e que poderia trabalhar com isso. Saiu de casa com o irmão de três anos deixando a mãe chorando apreensiva na porta preocupada com os filhos.

Hoje quando lembra daquela cena acredita que a música de Zezé Di Camargo e Luciano tenha sido inspirada naquela situação. “Eu bem queria continuar ali mas o destino quis me contrariar. E o olhar de minha mãe na porta eu deixei chorando a me abençoar”. Trabalharam catando papel e plástico durante um ano e seis meses.

Depois disso sua mãe começou a namorar e foram todos morar com o namorado e novo padrasto. Seu irmão passou a tomar conta de carros na área central de Goiânia enquanto Fernando preferia vender picolé nas ruas. Pra ajudar na alimentação da casa os dois sempre iam buscar verduras e frutas que os comerciantes não conseguiam vender e doavam pra pessoas em situação igual a deles.

Na época do natal seu irmão enrolava uma caixa de sapato com papel de presente e pedia doações pra pessoas na rua. Certa vez que acompanhava o irmão nessa situação sentiu a pior sensação da vida que nunca vai conseguir esquecer. Chegou em casa em prantos pedindo pra ir embora da cidade. Sua avó veio pra levar o garoto de volta pra Paraíso do Tocantins mas a situação da família era tão complicada que não tinham condições pra comprar a passagem de ônibus. Sua mãe pediu uma passagem na rodoviária e assim conseguiu viajar.

Nessa época estava com oito anos e meio de idade e começou a trabalhar em um lava jato onde seus tios trabalhavam ficando no emprego durante dez anos. Seu maior sonho era ser policial e começou a treinar lutas e fazer capoeira. Mas quando resolveu entrar pra corporação o concurso foi adiado. De repente sua cabeça deu uma guinada e passou a desejar sair do país e morar na Inglaterra.

Conseguiu mudar pra Londres no ano de 2009 em busca dos seus sonhos. Não conhecia o idioma local e o primeiro trabalho foi na área da construção, por duas semanas, com salário de quarenta libras a cada nove hora trabalhadas com trinta minutos de intervalo pro almoço.

Arrumou um outro emprego em um restaurante Árabe onde trabalhou três meses e profissionalizou como auxiliar de cozinha. Recebeu proposta pra trabalhar em outro restaurante na Inglaterra chamado The Dinner onde ficou dois anos e meio.

As adversidades do destino trouxeram novos sofrimentos na sua nova fase de vitórias. Sua filha sofreu um acidente e sua avó faleceu. Ficou seis meses no Brasil e depois retornou a Londres pra trabalhar. A imigração deportou três funcionários do restaurante e por sorte ou por graça de Deus não fizeram o mesmo com ele que ainda trabalhava na ilegalidade. Com receio de ser também deportado deixou o emprego por não ter documentos legais pra trabalhar no país. Duas semanas depois conseguiu outro trabalho que foi a base pra preparar a documentação necessária pra sair da ilegalidade.

Em 2015, já como legalizado, conseguiu abrir um negócio e trabalha com casas no norte da Inglaterra.

Seu instagram é @jfernando.ge.

Este conteúdo é patrocinado!
O NaTelinha conversa com milhões de pessoas, amantes da comunicação, internet e televisão. Anuncie com a gente!

Mais Notícias
Outros Famosos