Alfinetou

Maria Zilda dá cutucada em Maitê Proença: "Só faz live se pagarem"

Atriz deu uma leve provocada na sua colega

Maria Zilda dá cutucada em Maitê Proença:
Maria Zilda falou de Maitê Proença - Foto: Montagem

Publicado em 16/09/2020 às 15:29:00

Por: Redação NT

A atriz Maria Zilda entrevistou Carolina Ferraz na última segunda-feira (14) numa live feita no Instagram e fez um comentário para lá de polêmico. Durante o bate-papo, a apresentadora do Domingo Espetacular relatou que muitos artistas estão se movimentando para ajudar profissionais da área durante a pandemia e revelou que Maitê Proença fazia parte do grupo. Nesse momento, Maria ficou surpresa e duvidou que a loira estivesse envolvida nisso.

“Acho muito difícil porque a Maitê é uma pessoa que gosta muito de dinheiro, inclusive ela só faz live se pagarem. Não estou criticando, não estou julgando porque cada um faz o que quiser da sua vida", disparou Bethlem. Com o climão, Carolina saiu em defesa de Proença.

“Independente de ser ou não por dinheiro. No caso desta peça, deste monólogo, eu soube que estava, sim, sendo revertida. Uma parte ou inteira... sei lá. É uma atitude legal”, relatou a comunicadora.

As lives de Maria Zilda estão causando polêmicas durante a pandemia do novo coronavírus. Recentemente, ela reclamou do valor que recebeu do Viva pela reprise de Selva de Pedra (1986). “É de rir”, comentou na ocasião para Elizângela.

Polêmicas com Ary Fontoura e Klebber Toledo

Entre uma live e outra, Maria Zilda contou os bastidores da TV e revelou que Ary Fontoura é gay. “A primeira novela que eu fiz com o Ary foi em 1997 (sic), eu era partner dele. Ele era um cineasta clandestino e eu ajudante, já contei isso várias vezes aqui”, relatou Maria.

“Um dia a gente foi para sala de atores para passar o texto. E aí estávamos passando o texto e ele disse assim: 'Eu sou viado'. Eu disse: 'Quê?'. Ele: 'Antes que digam para você, digo eu. Eu sou viado'. Cara, foi a coisa mais incrível que já ouvi na minha vida”, contou.

Zilda também falou sobre Klebber Toledo. “Ele era breguinha. Outro dia vi uma cena dele e nem reconheci. Alguém que me avisou que era o Klebber e fiquei surpresa de ver como ele estava diferente. Ele ficou um gato”, disparou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!