Reportar erro
Humilhação

Elenco do Pânico debocha de "galã do TikTok" e revolta a web

Mario Junior, de 20 anos, ficou constrangido durante entrevista ao programa da rádio Jovem Pan

Emílio Surita comandou sabatina com Mario Junior, o "galã do TikTok"
Elenco comandado por Emílio Surita no Pânico debochou de Mario Junior, que se mostrou constrangido durante entrevista - Foto: Reprodução/Jovem Pan
Redação NT

Publicado em 19/07/2020 às 15:40:00

Conhecido como "galã do TikTok", o influenciador digital Mario Junior, de 20 anos, concedeu uma entrevista ao Pânico, da rádio Jovem Pan, na última semana. Exibido na última terça-feira (14), o bate-papo por chamada de vídeo, comandado por Emílio Surita, alcançou grande repercussão nas redes sociais neste fim de semana, quando internautas passaram a acusar o elenco do programa de terem humilhado o convidado durante a conversa.

Dono de um perfil que estimula a autoestima de adolescentes, além de oferecer dicas de sedução aos mais jovens, Mario Junior vem bombando nas redes sociais nas últimas semanas. Durante a entrevista ao Pânico, que durou cerca de 15 minutos, ele foi alvo de deboche dos comentaristas do programa de rádio.

Já no fim da entrevista, ele parecia constrangido e com um semblante triste. Em um certo momento, o economista Samy Dana menosprezou o trabalho do garoto no TikTok. "Não tenho o que falar. Eu não tenho TikTok, não acho graça. Minha dica para o Mário Junior é: estude", cravou o comentarista do Pânico.

O comentário foi rebatido pelo ex-BBB Adrilles Jorges, que também integra o elenco da rádio Jovem Pan. "Olha o preconceito! Deixa o menino", disse, antes de ser interrompido por Emílio Surita: "É a opinião dele, respeite". E Dana prosseguiu: "Pode continuar no TikTok, mas estude, porque essas coisas são momentâneas".

Assista à entrevista na íntegra:

Participação de Mario Junior no Pânico repercutiu nas redes sociais e gerou bate-boca entre famosos

O desconforto de Mario Junior, notado ao longo de toda a entrevista, revoltou os fãs do rapaz nas redes sociais e chamou atenção até de pessoas famosas, como o influenciador digital Felipe Neto. "Sim, eu já zoei o Mario, mas quem acompanha meus vídeos sabe do carinho que desenvolvi por ele e vou defendê-lo de todo o mal", escreveu.

"Pânico é tipo assistir Banheira do Gugu em pleno 2020. Os caras nunca saíram da década de 90. E Mário, 10 anos atrás fizeram o mesmo comigo. Hoje continuam fazendo exatamente a mesma coisa, já a sua história tá aberta pra ser escrita. Não se abala, não", cravou Felipe.

O assunto acabou se tornando uma discussão entre dois integrantes do extinto CQC. O humorista Mauricio Meirelles lembrou que o "galã do TikTok" vinha sendo zombado nas redes sociais há semanas, e saiu em defesa de Emílio Surita.

"O Emílio tá sendo criticado por zombar de um cara que geral tava zombando antes dele zombar? É a zombaria seletiva agora? O que eu vi de gente sacaneando esse cara e agora ta revoltada", relatou. Em resposta, o repórter Erick Krominski ponderou: "Há um abismo entre zoar o meme e escrotizar a pessoa, não o meme, numa sabatina ao vivo com todos os apresentadores contra ele", diferiu.

Confira um trecho da entrevista de Mario Junior ao Pânico e a reação nas redes sociais:

Mais Notícias
Outros Famosos