Reportar erro
Medida provisória

Sem shows, Luan Santana demite parte da sua equipe

Cantor tenta ajudar os profissionais durante a pandemia

O cantor Luan Santana
Luan Santana demitiu profissionais por conta da pandemia - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 14/07/2020 às 14:33:10

Um dos setores mais afetados por conta da pandemia e isolamente social foi o artístico, na área de shows. Luan Santana, um dos principais cantores do Brasil, paralisou tudo e agora precisou demitir a equipe que o acompanhava na estrada.

Luan desligou os funcionários que trabalhavam como CLT, com registro em carteira, para que eles tivessem direito a alguns benefícios. De acordo com informações da jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o cantor pretende recontratar todos quando a crise passar.

A intenção é que integrantes da sua equipe consigam se manter nesse período de dificuldade para todos. Vale lembrar que ainda não há nenhuma previsão de quando os shows com público poderão acontecer. O que vem acontecendo, no máximo, são apresentados em drive-in.

Comunicado de Luan Santana

A equipe do cantor Luan Santana emitiu um comunicado onde dá maiores explicações sobre a decisão de demitir boa parte dos funcionários.

Confira:

"Em razão da pandemia decorrente do novo coronavírus e da paralisação dos shows por tempo indeterminado, os departamentos jurídico e administrativo de Luan Santana concluíram pela necessidade de encerrar os contratos com sua equipe de estrada, que envolve banda, técnicos e produção.

Foram dispensados cerca de 20 colaboradores, que eram devidamente registrados e recebiam de acordo com a CLT. Foram garantidas todas as remunerações da equipe até 05 de agosto de 2020 e os acertos rescisórios compreendem todos os direitos previstos em lei, tais como férias, 13º salário, multa de 40% sobre o FGTS e entrega da documentação necessária para habilitação dos colaboradores no programa do seguro desemprego.

Vale ressaltar que Luan Santana manteve a equipe de estrada por cinco meses, apesar da total paralisação dos shows e da queda drástica de faturamento. E, com a esperança e o desejo de que o mercado artístico-musical se normalize o mais rápido possível, informa o intuito de priorizar futura recontratação de pessoas que já integram sua equipe. Foram dispensados cerca de 20 colaboradores, que eram devidamente registrados e recebiam de acordo com a CLT."

Mais Notícias
Outros Famosos