Reportar erro
Decisão

Val Marchiori é condenada por racismo contra Ludmilla; socialite vai recorrer

Ela terá que pagar R$ 30 mil para a cantora

Ludmilla e Val Marchiori
Ludmilla e Val Marchiori - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 01/07/2020 às 16:13:53

Val Marchiori, que ficou conhecida nacionalmente no reality Mulheres Ricas da Band, foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Rio, na 3ª Vara Cível da Ilha do Governador, a indenizar Ludmilla após ser acusada de racismo.

Segundo informações do jornal O Globo, a socialite terá que desembolsar o valor R$ 30 mil de indenização para a cantora. Procurada, a representante de Val, Katia Nunes, revela que irá recorrer da decisão.

"Recebemos a decisão com surpresa porque a primeira sentença (que condenou Val em R$ 10 mil) tinha sido anulada. Vamos recorrer. O que vai ficar ainda mais claro nos autos é que a Val chegou a procurar a Ludmilla no ano passado, assim que soube que a cantora ficou ofendida, justamente para esclarecer. Porque essa nunca foi a intenção. Ela fez um comentário irreverente sobre a peruca, um adereço de fantasia. De forma alguma queria fazer uma referência ao cabelo da Lumilla e ser racista", respondeu a advogada.

Ainda para a profissional, a questão do racismo precisa ser sim debatida, só que com seriedade, e acredita que tudo seria melhor se as duas partes apenas se resolvessem. "Não podemos banalizar o racismo, por isso é importante aprofundar nessa discussão. A Val também entende que preconceito é uma coisa séria, por isso queria resolver tudo da melhor forma. É importante analisarmos esse caso, seria interessante trazer a discussão sem precisar envolver um terceiro (um juiz) para identificar se o trabalho foi ofensivo ou não", concluiu.

Val Marchiori é acusada de racismo por Ludmilla

Ludmilla entrou na Justiça com uma acusação contra Val Marchiori em 2016, após a socialite dizer, durante o programa Bastidores do Carnaval, da RedeTV!, que o cabelo da cantora estava "parecendo um Bombril", o que acabou repercutindo negativamente.

Apenas em 2018 veio a decisão em primeira instância, onde Val teria que indenizar a famosa em R$ 10 mil, só que depois, a sentença foi anulada. Ainda na ocasião, a empresária garantiu ter procurado Ludmilla para fazer um pedido de desculpas, só que foi ignorada.

"Pedi desculpas para ela. Mas olha como ela foi 'mais' racista que eu: Mais racista, não, porque eu não sou assista... Mas enfim: ela estava lá no barco com a família dela. Fui até ela pedir desculpas. Sabe o que ela fez? Virou as costas para mim e saiu nadando. Mas tudo bem, é um direito dela", disse Val, em entrevista ao canal Na Lata, de Antonia Fontenelle.

Para alimentar mais ainda a polêmica, a cantora foi para uma rede social explicar o motivo de ter ignorado o pedido de desculpas, alegando que Val queria apenas se promover.

Mais Notícias
Outros Famosos