Reportar erro
Debochou

Felipe Neto se revolta e detona apoiadores de Bolsonaro: "Fanáticos"

Em vídeo, "fã clube" do presidente pede a cloroquina no SUS para combate ao coronavírus

 Felipe Neto se revolta e detona apoiadores de Bolsonaro: "Fanáticos"
Em rede social, Felipe Neto voltou a fazer críticas a apoiadores de Jair Bolsonaro - Fotos: Reprodução/Instagram

Redação NT

Publicado em 17/05/2020 às 15:20:00

Após anunciar que deixou de seguir influenciadores digitais que "passam pano" para o presidente, Felipe Neto voltou a criticar apoiadores de Jair Bolsonaro em rede social. O famoso se revoltou com um vídeo em que admiradores do político aparecem, em coro, exaltando a cloroquina para o tratamento do coronavírus.

"Os fanáticos do fã clube do presidente se superaram hoje. Ao ritmo de Tiririca, eles cantaram: 'Cloroquina, cloroquina, cloroquina lá do SUS, eu sei que tu me curas, em nome de Jesus'. Eu daria risada, mas já passamos dessa fase há muito tempo", comentou Felipe Neto ao compartilhar o vídeo.

No registro, Bolsonaro aparece na entrada do Palácio da Alvorada atendendo seus apoiadores. Um grupo de pessoas entoou uma paródia da música Florentina, sucesso de Tiririca na década de 1990. Até o início da tarde deste domingo (17), o comentário de Felipe Neto publicado na noite de sábado (16) já havia ultrapassado a marca de 58 mil curtidas.

Bolsonaro defende Cloroquina

Medicamento usado no tratamento e na prevenção da malária, a cloroquina é contra-indicada a pacientes com coronavírus, segundo pesquisas científicas em todo o mundo. Autoridades sanitárias já atentaram que a substância pode levar a efeitos colaterais, além de não ser eficaz para a cura do coronavírus.

Em contrapartida, em diversas ocasiões, Bolsonaro defendeu o uso do remédio no combate à Covid-19. Entre seus apoiadores, surgiu um movimento que pede a adoção da cloroquina no Sistema Único de Saúde (SUS), como mostra o vídeo compartilhado por Felipe Neto.

As divergências quanto ao tema foram apontadas como um dos motivos que levaram à demissão de Nelson Teich, ex-ministro da Saúde, na última sexta-feira (15). Teich teria se recusado a endossar o discurso do Presidente da República, atitude que teria lhe custado o cargo público.

Confira a publicação de Felipe Neto:

Mais Notícias