Decepção

Flávio Migliaccio virou ateu após ser assediado por padres em seminário

"Fiquei traumatizado", recorda Flávio Migliaccio

 Flávio Migliaccio virou ateu após ser assediado por padres em seminário
Ator em sua última novela: Órfãos da Terra (2019) - Divulgação

Redação NT

Publicado em 05/05/2020 às 11:33:41

Morto aos 85 anos na última segunda-feira (4), Flávio Migliaccio era ateu. Se transformou por não aceitar o assédio dos sacerdotes numa época em que estudou no seminário e acabou expulso. A revelação foi feita pelo próprio ator em uma entrevista à revista Quem publicada em abril de 2016, quando gravava Êta Mundo Bom.

continua depois da publicidade

Criado numa família humilde de 16 irmãos, Flávio contou que queria ser padre quando garoto, mas tudo mudou. "Fiquei traumatizado", definiu o ator. Sua felicidade, segundo ele, já era ficar em repouso no seu sítio, no interior fluminense, onde foi encontrado morto. "Não sou ganancioso", orgulhava-se.

Sobre o ateísmo, foi enfático: "Deixei de acreditar em Deus. Estava estudando para ser padre, algo que me fez desacreditar nos padres e na religião. No início, o fato de me tornar um sacerdote era uma vontade dos meus pais".

continua depois da publicidade

"Depois comecei a ter um amor tão grande pela religião que quis ser padre. Só que fui perdendo o encanto e acabei expulso do seminário. Senti tanto, chorei tanto quando fui expulso, porque queria ficar lá", lamentou, há quatro anos.

A verdade sobre o ateísmo

Flávio relatou que era constantemente assediado por padres. "Eles queriam fazer uma coisa que eu não queria, então fui expulso. Eles nos assediavam no confessionário, em qualquer lugar. Era terrível", recordou-se.

continua depois da publicidade

Ele ainda relembra: "Uma vez tive que tirar a mão do diretor do colégio do seminário de cima da minha perna! Na hora eu falei: 'Isso não!'. Eu só tinha 14 anos e saí de lá muito triste e traumatizado".

A morte de Flávio Migliaccio

O ator de 85 anos foi encontrado morto em seu sítio em Rio Bonito, na região metropolitana do Rio de Janeiro, que ele mantinha desde a década de 70.

Ao lado do corpo, estava uma carta em que ele se despedia das pessoas e pedia desculpas.

continua depois da publicidade

A última participação de Flávio Migliaccio na TV foi no ano passado, na novela Órfãos da Terra, como Mamede Adud.