Despedida

Artistas lamentam a morte do ator Flávio Migliaccio

Flávio morreu aos 85 anos nesta segunda-feira (4)

Artistas lamentam a morte do ator Flávio Migliaccio
Flávio Migliaccio em Órfãos da Terra - Foto: Divulgação/Globo

Publicado em 04/05/2020 às 13:45:10 ,
atualizado em 04/05/2020 às 14:08:46

Por: Redação NT

O ator Flávio Migliaccio, 85 anos, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (4) em seu sítio em Rio Bonito, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Famosos usaram as redes sociais para lamentar o falecimento do artista.

“Pra sempre no meu imaginário como o Tio mais legal do mundo ! Tio Maneco e o Brasil retratado no filme que vi centenas de vezes me emociona e deixa saudade. Vá em paz, Flávio Migliaccio!”, escreveu Sophie Charlotte.

"Esse grande ator acabou de contar uma história entre tantas que ele contou e jamais saiu da nossa memória! Tudo o que ele fazia era reconhecido, sempre mostrava sua sensibilidade e enorme talento! Sempre fui fã, sempre serei! Flavio Migliaccio, descanse em paz!", afirmou Lilia Cabral.

"Outra notícia triste do dia: faleceu o ator Flávio Migliaccio, aos 85 anos. Ele trabalhou comigo em Eta Mundo Bom (no ar no Vale a Pena Ver de Novo). Fica aqui meu respeito e admiração. Desejo muita força pra toda a família e amigos nesse momento. Que ele esteja em luz!", comentou Walcyr Carrasco.

Flávio estava em seu sítio na Serra do Sambê, que mantinha desde a década de 1970. Segundo o jornal O Globo, ele deixou uma carta para os familiares.

A última participação do ator na TV foi no ano passado, na novela Órfãos da Terra, como Mamede Adud. Flávio teria avisado, ainda, que iria para Rio Bonito na semana passada.

Carreira

Migliaccio ganhou grande notoriedade nos anos 70 em O Primeiro Amor e Shazan Xerife e Cia (1972). Ele ainda atuou na primeira versão de O Astro (1977), Pai Herói (1979), dentre outras produções. Ao todo, foram mais de 40 novelas e 20 filmes no currículo

Um dos seus trabalhos mais recentes pode ser conferido na reprise vespertino da sessão Vale a Pena Ver de Novo, da Globo. Na novela Êta Mundo Bom!, de Walcyr Carrasco, ele interpreta o Dr. Josias da Conceição.

Um dos maiores prêmios do ator foi em 1972, quando venceu o Troféu Imprensa como Melhor Revelação por O Primeiro Amor. Em 1995, venceu o Troféu APCA como Melhor Coadjuvante em A Próxima Vítima e em 2019, o mesmo prêmio por Órfãos da Terra.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!