Trégua

Após imbróglio, Taylor Swift é liberada para cantar suas músicas no AMA 2019

Taylor Swift teve problemas para cantar suas músicas

Após imbróglio, Taylor Swift é liberada para cantar suas músicas no AMA 2019
Taylor Swift: A artista da década - Divulgação

Publicado em 20/11/2019 às 09:47:21

Por: Thiago Forato

A briga entre Taylor Swift e Scooter Braun tem dado pano pra manga desde que o empresário comprou a Big Machine Records, antiga gravadora de Taylor. Mas parece ter tido um ponto final.

Os fãs da loira, no entanto, elevaram um pouco o nível dessa "desavença" desde que ela declarou que foi proibida de cantar as próprias músicas no American Music Awards (AMA) 2019.

Agora, no entanto, essa proibição caiu. Taylor e Big Machine chegaram a um acordo sobre a licença das apresentações.

De acordo com fontes ligadas ao site TMZ, fãs de todas as idades e cidades ameaçaram Braun e toda a equipe da gravadora Big Machine. Até mesmo o fundador Scott Borchetta.

Ainda segundo a publicação, ameaças por e-mail e redes sociais foram recorrentes. A esposa e filhos do ex-empresário de Taylor se tornaram alvos.

Taylor Swift: A artista da década

Planejando se apresentar com um medley de seus maiores sucessos, Taylor foi avisada de que não estaria autorizada a cantar suas antigas músicas na TV. "Alegam que isso seria regravar minhas músicas", lamentou ela, que emendou: "Não sei mais o que fazer".

Além disso, um documentário sobre Taylor na Netflix teria sido barrado. "Scott e Scooter recusaram o uso de minhas músicas e performances antigas nesse projeto, mesmo que não haja menções a eles nem a Big Machine no decorrer dos filmes", afirmou.

Ao menos por enquanto, houve uma trégua.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!