Reportar erro
Trégua

Após imbróglio, Taylor Swift é liberada para cantar suas músicas no AMA 2019

Taylor Swift teve problemas para cantar suas músicas

Taylor Swift
Taylor Swift: A artista da década - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 20/11/2019 às 09:47:21

A briga entre Taylor Swift e Scooter Braun tem dado pano pra manga desde que o empresário comprou a Big Machine Records, antiga gravadora de Taylor. Mas parece ter tido um ponto final.

Os fãs da loira, no entanto, elevaram um pouco o nível dessa "desavença" desde que ela declarou que foi proibida de cantar as próprias músicas no American Music Awards (AMA) 2019.

Agora, no entanto, essa proibição caiu. Taylor e Big Machine chegaram a um acordo sobre a licença das apresentações.

De acordo com fontes ligadas ao site TMZ, fãs de todas as idades e cidades ameaçaram Braun e toda a equipe da gravadora Big Machine. Até mesmo o fundador Scott Borchetta.

Ainda segundo a publicação, ameaças por e-mail e redes sociais foram recorrentes. A esposa e filhos do ex-empresário de Taylor se tornaram alvos.

Taylor Swift: A artista da década

Planejando se apresentar com um medley de seus maiores sucessos, Taylor foi avisada de que não estaria autorizada a cantar suas antigas músicas na TV. "Alegam que isso seria regravar minhas músicas", lamentou ela, que emendou: "Não sei mais o que fazer".

Além disso, um documentário sobre Taylor na Netflix teria sido barrado. "Scott e Scooter recusaram o uso de minhas músicas e performances antigas nesse projeto, mesmo que não haja menções a eles nem a Big Machine no decorrer dos filmes", afirmou.

Ao menos por enquanto, houve uma trégua.

Mais Notícias
Outros Famosos