Polêmica

Juliano Cazarré nega machismo e crava: "Masculinidade é gostar de ser homem"

Ator esteve presente na coletiva de lançamento da novela Amor de Mãe e não fugiu da polêmica

Juliano Cazarré nega machismo e crava:
Juliano Cazarré falou abertamente sobre polêmica - Foto: NaTelinha

Publicado em 05/11/2019 às 17:12:12 ,
atualizado em 05/11/2019 às 21:32:28

Por: Fabrício Falcheti com Sandro Nascimento

Juliano Cazarré não fugiu e respondeu as perguntas sobre a polêmica que se viu envolvido desde o último domingo (03), durante coletiva de lançamento da próxima novela das 21h da Globo, Amor de Mãe.

No final de semana, o ator teve forte embate com seus seguidores após publicar um vídeo de um gorila com uma legenda falando sobre a importância da masculinidade para o desenvolvimento do ser humano.

“A masculinidade é uma construção social... Só que não! PROVER E PROTEGER: a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro. PS1: Quem tem um pai legal sabe. PS2: Esse gorila é mais cavalheiro do que muito homem por aí... dorme com esse barulho”, disse ele, provando uma divisão em seus seguidores.

Questionado sobre o assunto, o Magno de Amor de Mãe falou abertamente com os jornalistas presentes sobre o assunto que deu o que falar.

"Eu acho que é uma polêmica boba. Eu sou homem, sou pai de três filhos, então se tem uma coisa que eu posso falar é de masculinidade, é falar com outros homens. Eu falei: homens, cuidem de suas famílias, protejam suas famílias... Isso é bonito, é bom, não é machista, é o oposto, machismo é abandonar a mulher, bater na mulher, abandonar filho, eu sou o contrário disso. Eu sou o cara que assume o filho, que tá em casa com a esposa", bradou ele.

E continuou: "Eu falei uma coisa que é boa, por isso que eu não voltei atrás, não tenho que pedir desculpas por nada. Eu mantenho a minha posição. E eu acho que qualquer pessoa que queira ver com os olhos neutros, com justiça, vai ver que em nenhum momento eu falei que homem é melhor que mulher, que mulher precisa de homem, que depende de homem. Pelo contrário. Mãe sem pai são guerreiras, heroínas e a vida ficou muito mais difícil porque um homem foi banana lá atrás".

Masculinidade é gostar de ser homem, diz Juliano Cazarré

Na sequência, Juliano Cazarré foi questionado sobre o que ele acha de mães solteiras que são mais gorilas que os pais. Ele foi taxativo: "A gente não tem que ficar no discurso do apocalipse, 'nossa tá cada vez pior'. Eu não sei, o que eu sei é que existe muito abandono parental, tem muito homem que tem filho e abandona. Eu acho isso errado e meu post é justamente contra isso. Meu post é: Se você tem uma família, cuide de sua família; se você tem filho e por acaso você se divorciou - que pena -, você continua sendo pai e continua sendo pai pro resto da vida. Meu post é pra ajudar. Vamos ser bons homens, bons maridos, bons pais... Conservar virtudes e não vícios".

O ator reforçou que masculinidade não é ser machista: "É ser homem, gostar de ser homem, ter orgulho de ser homem e assumir as responsabilidades que uma vida de homem traz. A mulher é mãe e tem as responsabilidades de ser mãe; o homem é pai e tem as responsabilidades de ser pai. Eu acho que é simples, é uma polêmica boba que eu já tô passando dela, não tem muito mais o que falar".

Por fim, confessou que ficou chateado com toda essa polêmica, criada por "gente mal intencionada que quer pregar o rótulo de machista em todo mundo. E eu não sou!". "Ficam repetindo essa mentira pra ver se vira verdade. Essa polêmica chateia, causa uma ansiedade. É oportunidade também de mostrar o que é homem. Que fala o que acredita e mantém a palavra, defende os seus argumentos. Preferia não tá falando mais disso, perdendo tempo, mas eu prefiro responder, porque eu sei do que eu falei", concluiu.

Amor de Mãe estreia no dia 24 de novembro, substituindo A Dona do Pedaço. Na novela, de Manuela Dias, Cazarré é Magno, filho mais velho de Lurdes (Regina Casé), que se muda para o Rio de Janeiro com a mãe em busca do irmão Domênico, vendido pelo pai ainda criança para uma traficante.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!