Unhas e dentes

Anitta defende profissão de Pedro Scooby: "Surfa pra cacete"

Poderosa defendeu o amado na manhã desta segunda-feira (5)

Anitta defende profissão de Pedro Scooby:
Anitta e Pedro Scooby na Europa - Reprodução/Instagram

Publicado em 05/08/2019 às 11:58:53 ,
atualizado em 05/08/2019 às 12:08:25

Por: Redação NT

Anitta defendeu mais uma vez o seu namorado, Pedro Scooby, das acusações de que ele não trabalha e depende dela.

Nos Stories na manhã desta segunda-feira (5), ela revelou que nunca pagou nada para Scooby e recebe até presentes "bons" (leia-se caros).

Ela repostou a imagem do amado pegando uma onda e escreveu: "A profissão dele aí. A melhor por sinal".

Depois, continuou defendendo: "Inclusive os gringos aqui na Europa param ele o tempo inteiro pra pedir fotos. Por quê? Porque ele surfa pra cacete! Eu, hein?".

Do lado de Scooby

Nesse final de semana, uma seguidora publicou um comentário: ""Esse rapaz ao seu lado tem que arrumar um emprego e parar de andar na aba dos outros. Arrume um emprego pra ele".

Anitta fez questão de responder, iniciando o texto agradecendo pelo carinho. Em seguida, explicou a situação do namorado: "Ele tem a profissão dele que é surfista. Mas não curte mais entrar nas competições por que requer uma abdicação muito grande da vida e ele gosta de viver", iniciou.

Logo em seguida, a intérprete de "Kisses", falou sobre a questão financeira: "Nunca precisei pagar nada pra ele. Além de se bancar me dá presentes incríveis hahaha... e os pros filhos também. Mas não me importaria se precisasse pagar algo algum dia".

Ao final, Anitta ainda deixou uma mensagem: "O importante é ser feliz com suas escolhas. Eu sou feliz trabalhando que nem um jegue e ele é feliz trabalhando quanto tá a fim. Tudo certo”.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!