Perdeu o pai

Ana Paula Padrão tem Instagram bloqueado e dispara: "vergonha de você"

"Parece que o Insta achou que eu fui longe demais", lamentou

Ana Paula Padrão tem Instagram bloqueado e dispara:
Ana Paula Padrão ao lado do pai, Fausto - Reprodução/Instagram

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 17/06/2019 às 09:24:30

Ana Paula Padrão não concordou com seu bloqueio no Instagram e desabafou contra a atitude da rede social. O motivo foi "excesso de curtidas".

Na semana passada, Padrão recebeu apoio dos internautas com mensagens positivas para superar a morte do pai, Fausto Padrão, e curtindo todos os posts com esse conteúdo, acabou suspensa temporariamente.

"Quis reconhecer todos aqueles que me enviaram bons sentimentos pela morte do papai, mas parece que o Insta achou que eu fui longe demais...", iniciou ela.

Para ela, tal motivo é controverso: "curiosos tempos esses em que agradecer um gesto de solidariedade é motivo de desconfiança. Ainda bem que papai, aquele gentleman, não tá mais aqui pra ver".

No seu Stories, Ana Paula utilizou a hashtag #shameonyouinstagram, que significa "vergonha de você".

Desde 2005 no jornalismo, Ana Paula Padrão começou a ancorar sazonalmente em 1998 até se fixar no "Jornal da Globo" em 2000, até deixar a emissora cinco anos mais tarde para remontar o departamento de jornalismo do SBT.

No canal de Silvio Santos, esteve entre 2005 e 2009 e além do "SBT Brasil", apresentou o "SBT Realidade".

Há 10 anos, foi para a Record e esteve à frente do "Jornal da Record" ao lado de Celso Freitas, mas saiu no final de 2013 e foi para a Band em 2014.

Há cinco anos, apresenta o "MasterChef", carro-chefe da emissora.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!