Reportar erro
Confusão

Caso Lexa: Dono de trio elétrico e produtor trocam acusações

Lexa ficou sem trio elétrico

lexa-cantora_67b22b3a7e2005b62df2bec8d074cf7ae1021247.jpeg
Lexa ficou sem trio elétrico no carnaval paulistano
Naian Lucas

Publicado em 11/03/2019 às 17:35:00

A falta de trio elétrico da cantora Lexa, que o NaTelinha noticiou na tarde de ontem (10), ganhou novos capítulos nesta segunda-feira (11). O empresário Paulo Barros, que estaria responsável pela disponibilização do trio elétrico da artista, acusou o produtor Sebah Vieira de não ter cumprido o contrato e entregue cheque sem fundo.

Barros conversou com o UOL e revelou que houve um acordo entre o cantor e sua empresa, a GRV, que assinou contrato com a produtora Tchê Produções e Eventos para o aluguel do trio, que ficaria em torno de R$ 55 mil, já que seriam três shows no sábado (09) e domingo, em dois caminhões, sendo um deles para Lexa.

Barros confirmou que a cantora não esteve presente nas negociações, ou seja, a responsabilidade do acordo teria ocorrido apenas com Sebah. “Não tenho contrato com a Lexa, falei com a produção dela. Se ela deu dinheiro para ele, como me informaram, ele ficou com o dinheiro”, relatou o empresário. “O pior de tudo: Os meus trios não foram, mas, no sábado ele contratou um trio por R$ 32 mil. Se na sexta ele não tinha dinheiro, como apareceu dinheiro para ele no sábado de manhã?”, completou ao UOL.

Paulo contou todos os detalhes da negociação. “Foi emitido contrato de pagamento para 15 de fevereiro. No dia 15, ele pediu para prorrogar para o dia 20. No dia 20, jogou para o dia 23, e no dia 23 pagou R$ 10 mil reais", listou.

O responsável pela GRV garante que jamais passou por esse problema em décadas de profissão e disse que vai processar Sebah por danos morais e reparação financeira. “No dia 25, às 7 horas da noite, ele depositou um cheque de R$ 18 mil, mas estava sem fundos!”, disparou. O produtor e cantor teria oferecido um carro no valor de R$ 20 mil, contudo, Barros consultou o DETRAN e soube que o veículo se encontrava cedido.

Versão de Sebah Vieira

O produtor rebateu as acusações para o UOL. Sebah Vieira garante que repassou os R$ 22 mil entregues pela Lexa e desembolsou mais R$ 22 mil para ter os dois trios. “Mas esse homem que foi pago, o tal de Paulo Barros, não teria repassado o dinheiro para o Enéas, do Trio Movidão. Eles são do Rio de Janeiro, são duas pessoas que ficam jogando uma para a outra, ninguém assume a responsabilidade”, revelou.

"Eles queriam os 30% restantes para sair com o trio do Rio de Janeiro. Acabei fazendo um DOC e, mesmo assim, eles não vieram. Isso eles fizeram de propósito. É um contrato de dois trios, um do dia 9 e outro do dia 10, do qual eles não assumiram a responsabilidade. Paulo Barros e Enéas são os verdadeiros culpados, e não eu”, acrescentou o produtor.

Sebah fez questão de ressaltar que não tem culpa em relação ao não cumprimento do contrato. Além dos R$ 44 mil, que o produtor garante ter pago, ele ainda vai ter que desembolsar R$ 15 mil de multa para Prefeitura de São Paulo. Isto porque o trio elétrico saiu atrasado.

Vieira conversou com a mãe de Lexa, entretanto, ainda não falou com a cantora. Ele quer pedir desculpas para família e garante que fez tudo por amor.

Entenda o caso

Na tarde deste domingo (10), Lexa se apresentaria com o Bloco "Sapequinha da Lexa", que aconteceria em São Paulo. No entanto, a cantora publicou em seu Instagram que a apresentação está cancelada após o responsável pelo evento sumir com o dinheiro investido e com o trio elétrico da funkeira.

Nos vídeos publicados, Lexa chorava muito e pediu desculpas às convidadas do evento e aos fãs que iriam para o local. Ela ainda orientou todos a irem para o Bloco da Preta, já que Preta Gil, ao saber do ocorrido, a convidou para participar.

"Estou aqui me arrumando. Na verdade, esta é a terceira maquiagem que eu faço, de tanto que já chorei e me senti prejudicada, hoje. Trabalhei muito para pagar esse trio e a pessoa responsável sumiu com o meu dinheiro e sumiu com o trio", iniciou Lexa na publicação. Logo depois, chorando bastante, pediu desculpas a todos os fãs e orientou para que se dirigissem ao Bloco da Preta: "Quem foi lá me ver, me perdoem, a culpa não é minha, eu fiz a minha parte. É de uma cafajestagem o que fizeram comigo, porque trabalho todos os dias, eu dou muito duro na minha vida. Eu era uma padeira. Eu consegui várias coisas na minha vida e fizeram isso comigo. Eu peço desculpas de todo meu coração. Quem puder ir para o trio da Preta, sou muito grata”.

Caso Lexa: Dono de trio elétrico e produtor trocam acusações

Lexa ainda se dispôs a publicar os comprovantes. Na papelada, é possível ver que a cantora investiu mais de 10 mil reais para a realização do evento.

Após publicar os recibos, Lexa publicou outros vídeos, em que estava dentro de um veículo, a caminho do evento de Preta Gil: "Gente, eu postei os comprovantes aqui, mas como  tem conta, outras coisas expostas, isso só foi pra provar que eu fiz. Já mandei, já vou entrar com o que tem que ser feito. O que importa agora é que eu quero ficar feliz, animada". Em seguida, a cantora mostrou os convidados que gritavam.

Já no local, a funkeira brincou e se mostrou agradecida: "Olha os sem-teto chegando no bloco dos outros. Preta, muito obrigada!"

Lexa também se explicou no Feed, também no Instagram e recebeu diversos comentários de apoio.

Confira o desabafo completo de Lexa: “Oi gente. Tô aqui me arrumando. Na verdade, essa é a terceira maquiagem que eu faço, de tanto que já chorei e de tanto que já me senti prejudicada aqui hoje. Trabalhei muito para pagar esse trio. Paguei e a pessoa responsável sumiu com meu dinheiro, e sumiu com o trio. Vou postar para vocês todas as notas e as comprovações de todos os depósitos feitos. A questão agora é: as pessoas já viram que o trio não está lá, a Preta Gil me ligou e falou ‘vem pra cá agora, vem pro meu trio agora, traz seus convidados pra cá agora’, porque ela viu meu desespero, porque estou atrás de qualquer trio. Fui atrás de vários trios para alugar. Mas, gente, não tem cabimento eu ter pago uma fortuna de dinheiro e pagar de novo. Não tem mais como passar na frente, não tem mais como cumprir meu circuito, simplesmente porque uma pessoa pegou meu dinheiro, pegou o trio e sumiu. Então, com esse ato de generosidade, estou indo lá para o trio da Preta Gil. Vou botar aqui todos os dados. Ela se propôs a me ajudar. Quem foi lá me ver, me perdoem, a culpa não é minha, eu fiz a minha parte. É de uma cafajestagem o que fizeram comigo, porque trabalho todos os dias, eu dou muito duro na minha vida. Eu era uma padeira. Eu consegui várias coisas na minha vida e fizeram isso comigo. Eu peço desculpas de todo meu coração. Quem puder ir para o trio da Preta, sou muito grata”.

Mais Notícias
Outros Famosos