Namoraram em 2004

Maria Flor relembra namoro com Jonathan Haagensen e fala sobre racismo

Segundo a atriz, o casal sofreu muitas discriminações

Maria Flor
Maria Flor e Jonathan Haagensen, na época em que namoravam - Foto: Reprodução

Publicado em 17/02/2019 às 18:00:00

Por: Laís Lubrani

Neste sábado (16), Maria Flor publicou uma foto em que aparece ao lado de Jonathan Haagensen. Na publicação, relembrou o namoro dos dois e fez questão de ressaltar o preconceito que sofriam por serem de raças diferentes.

A atriz falou que o relacionamento durou três anos, após se conhecerem durante as filmagens de "O Diabo a Quatro", lançado em 2004.

Segundo ela, na época, sofreram diversas situações de preconceito, por ele ser negro e ela, branca. Além de tudo, o ator era morador do Vidigal e ela vivia na zona sul da cidade carioca.

Maria Flor desabafou sobre o assunto: "A gente foi percebendo que não era normal a gente junto em um restaurante, que não era comum a gente fazendo compras no mercado, que não era tranquilo ele dirigir o carro porque seríamos parados na blitz se ele estivesse dirigindo e não eu."

A atriz ainda contou um episódio ocorrido com o casal: "Eu lembro de um dia que fomos parados na entrada do Vidigal por policiais. Jonathan disse que era morador, mas os policiais mandaram ele descer do carro e começaram a revistá-lo.
Aquilo era humilhante. Eu na minha jovem arrogância desci do carro e gritei com o policial. E perguntei indignada o que ele estava fazendo. O Jonathan pediu para eu parar, mas eu gritei e perdi a mão. E o policial nos levou para a delegacia por desacato. Eu nunca vou esquecer o rosto do Jonathan indo para a delegacia. Tudo que ele tinha passado a vida evitando eu tinha feito acontecer por um capricho meu, por não olhar para tudo a minha volta e perceber que a coisa era muito mais grave. Que abaixar a cabeça tinha sido a realidade dele e eu achei que poderia salvá-lo disso. Eu, branca, garota da zona sul do Rio de Janeiro, achei que podia fazer justiça. Mas não, eu não podia, e eu só fiz ele passar por uma humilhação que eu jamais entenderia. Jamais."

Maria Flor também disse acreditar que o término do relacionamento esteve ligado com a diferença social: Hoje eu acho que nosso namoro terminou pela nossa incapacidade de perceber essa gigante distância social que existe na cor da nossa pele."

Veja publicação completa:


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!