Wanessa desmente

Zilu processa Zezé Di Camargo e acusa o ex de ameaça e coação

Ex do sertanejo teria assinado documentos sob pressão psicológica e pede anulação

 Zilu processa Zezé Di Camargo e acusa o ex de ameaça e coação
Zilu Godoi - Foto: Reprodução

Laís Lubrani

Publicado em 09/02/2019 às 14:40:00,

Zilu Godói estaria processando Zezé Di Camargo. Segundo o jornalista Leo Dias, a ação judicial alega que em novembro de 2017 ela teria sido coagida pelo sertanejo a assinar um documento. Atualmente pede a anulação da decisão.

continua depois da publicidade

Na papelada assinada, Zilu abria mão das empresas em que ambos são sócios, mesmo após o divórcio. De acordo com ela, a documentação só foi assinada porque ela teria recebido a visita dos filhos e eles a teriam pressionado.

Mesmo após a recusa, Zezé a ameaçou, afirmando que colocaria nas redes sociais conversas íntimas dela. A coação, segundo a defesa, teria  sido a única razão da assinatura da ex do sertanejo.

continua depois da publicidade

Dois anos depois, Zilu busca que o documento seja anulado. O processo corre em segredo de Justiça e em prioridade, em razão da lei do idoso, já que ela já possui 60 anos.

Ainda de acordo com o colunista, Wanessa Camargo nega a motivação do processo e explica que a mãe apenas quer a garantia de que a partilha dos bens será cumprida.

A cantora ainda explicou que foi feito um reajuste na pensão paga por Zezé: "Eles tinham um acordo desde que se separaram, onde meu pai tinha que pagar uma pensão. Mas esse acordo ficou insustentável para o meu pai arcar com tudo sozinho. Era muito injusto com ele. Ele podia falir. Sentamos com meu pai, eu e meus irmãos, e pensamos em uma nova proposta boa para ele e viável para minha mãe. mostramos números e documentos e ela concordou com a nova proposta".

continua depois da publicidade

"Meu pai iria arcar de uma forma justa e sem comprometer o patrimônio geral da família. Mas aconteceram alguns problemas com parcelas, alguns pagamentos não foram feitos pelo meu pai e minha mãe decidiu então abrir um processo", explicou.