Reportar
erro
Polêmica

Gusttavo Lima é indiciado por crime contra o meio ambiente; assessoria nega

"Não há nenhum tipo de obra referente a ampliação da represa em curso, e só será feita mediante a liberação da licença dos órgãos competentes", disse


gusttavolima_385fe8b1c649e925dc62cd598a3164ba2ccb445f.jpeg
Divulgação
Por Redação NT, com Fabrício Falcheti

Publicado em 28/02/2018 às 14:31:19

O cantor Gusttavo Lima foi indiciado pela Polícia Civil por crime ambiental, onde é acusado, junto a mais três pessoas, de aumentar a represa de uma fazenda que possui em Bela Vista de Goiás, região metropolitana de Goiânia, sem possuir licença para a obra, segundo informações da TV Anhanguera, afiliada da Globo no estado.

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) afirma que a represa já possui três hectares de tamanho e o intuito era chegar a quatro. O trabalho, porém, estaria sendo realizado sem a devida autorização da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), e que a represa estava sendo ampliada por motivo de lazer.

Gusttavo e os demais acusados responderão pelo crime previsto no artigo 60 da Lei 9.605, que versa sobre construção ou ampliação de obras potencialmente poluidoras sem autorização dos órgãos competentes. A pena varia de um a seis meses de prisão ou multa.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de imprensa de Gusttavo Lima enviou um comunicado alegando que o advogado do cantor não teve nenhuma informação sobre conclusão do inquérito. Confira:

"O advogado de Gusttavo Lima não teve informação sobre conclusão do inquérito, mesmo porque não foi feita uma perícia técnica que pudesse comprovar as irregularidades mencionadas.

As obras realizadas na fazenda até o momento, foram feitas de acordo com a legalidade, a parte de limpeza e pasto tinham licença. Em 18/12/2017 após estudos técnicos feitos pela equipe contratada pelo cantor, foi protocolado pedido de licença junto a Secretária do Meio Ambiente de Goiás (conforme comprovante abaixo). Desde então, a parte da obra referente a esta licença foi paralisada, aguardando liberação.

Gusttavo Lima é indiciado por crime contra o meio ambiente; assessoria nega

O responsável pelo obra, mesmo sem ter sido chamado, foi a delegacia prestar depoimento, nesta mesma data foram solicitados vários documentos, os mesmos já foram entregues.

Em resumo, não há nenhum tipo de obra referente a ampliação da represa em curso, e só será feita mediante a liberação da licença dos órgãos competentes. Vale ressaltar que não houve negativa da Secretária de Meio Ambiente, porque o pedido ainda esteja sendo avaliado".

Desarmamento

O cantor também se vê no olho do furacão após se colocar a favor do porte de armas por civis. Após repercussão negativa de uma publicação feita nas redes sociais, o “Fantástico” do último domingo (25), na Globo, abordou o tema e o vídeo foi posteriormente compartilhado no Instagram do sertanejo, que reafirmou seu desejo.

"Não sou a favor de que o cidadão tenha arma para se defender sem nenhum critério, sem nenhum rigor. Eu sou a favor, sim, do porte de armas para pessoas coerentes, para pessoas sem passagens, sem antecedentes criminais, pessoas que querem cuidar de suas famílias, cuidar de seus bens maiores", disse Gusttavo Lima.

Ele ainda citou um assalto ocorrido no início do ano, no qual foi ameaçado por um bandido. "Na minha opinião, as pessoas deveriam pelo menos ter o direito de se defender, já que o nosso governo não faz isso", afirmou. "Que as nossas famílias tenham o direito de se defender, já que estamos tão ameaçados e tão jogados", concluiu.

Mais Notícias
Outros Famosos