Gaby Amarantos pediu respeito, mas foi desrespeitosa com a história de Silvio Santos

Cantora detonou Silvio Santos no Twitter e vem dando o que falar

Fotos: Divulgação

Publicado em 06/06/2018 às 16:11:50 ,
atualizado em 06/06/2018 às 16:31:47

Por: Fabrício Falcheti

"Sério que vocês acham Silvio Santos ídolo?". Foi assim que Gaby Amarantos resolveu criticar o apresentador depois de algumas de suas conhecidas brincadeiras nos domingos do SBT.

"O cara fez a gente crescer vendo-o ridicularizar negros, mulheres, gays, plus e ganhar mídia com isso. Cês tão mal de ícone viu", disse ela, corajosa. Desde então, vem sendo criticada na web.

Silvio Santos começou a trabalhar como camelô, logo entrou para o rádio e estreou na televisão em 1962. Criou a TVS e em 1981 inaugurou para todo país o SBT, emissora que hoje é vice-líder de audiência e emprega milhares de profissionais, inclusive negros, mulheres, gays e plus, tudo que a cantora disse que ele ridiculariza. E também abre mais de 24 horas de sua programação para uma maratona em prol à AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente).

Com 56 anos de carreira, Silvio Santos anima os telespectadores aos domingos com um programa que é o mais longevo do mundo, ainda bate recordes e gera comentários mesmo com brincadeiras simples, que ele transforma num grande show.

Além do mais, é um empresário bem-sucedido em diferentes áreas. Milionário, nem precisaria mais trabalhar. Mas para ele, isso é diversão. Das poucas vezes em que é visto nas ruas, seja no SBT, no aeorporto ou Estados Unidos, conversa com os fãs e posa para fotos sem pestanejar.

Então, por tudo isso e muito mais: sim, Silvio Santos é ícone, ídolo e um dos maiores nomes da história da televisão brasileira.

De fato, o animador ficou desbocado de uns tempos para cá e realmente suas brincadeiras geram controvérsias e até situações constrangedoras. Mas isso não o torna menos ídolo, no máximo temido e imprudente no alto de seus 87 anos.

Gaby Amarantos foi corajosa, mas também pesou a mão. Pediu respeito, mas foi desrespeitosa. Chamou atenção. E talvez foi o que quis.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade