Game over?

BBB20: Como Daniel se tornou rejeitado, derrubou Marcela e implodiu a "Comunidade Hippie"

Daniel acumulou série de erros e não será perdoado pelo público no BBB20

BBB20: Como Daniel se tornou rejeitado, derrubou Marcela e implodiu a
Daniel afundou popularidade de Marcela e implodiu "Comunidade Hippie" - Reprodução/Globoplay

Publicado em 23/03/2020 às 10:41:55 ,
atualizado em 23/03/2020 às 11:07:30

Por: Thiago Forato

Na iminência de sair nesta terça-feira (24), Daniel teve uma trajetória de sete semanas com muitas perdas de estalecas, simpatia da "Comunidade Hippie" e cada vez mais rejeição do público no BBB20.

O ator gaúcho entrou na segunda semana, na madrugada do dia 5 de fevereiro depois de vencer uma votação popular contra Caon na Casa de Vidro, com 58,88% dos votos. Com forte torcida na ocasião, pagou de desconstruído, defensor da natureza, animais e enfatizou quando recebeu o resultado: "Machistas não!".

O que se viu nesses 40 dias de confinamento foi muita inconsequência, irresponsabilidade e também incoerência.

Aproximação imediata de Marcela

Resgato aqui um momento recorrente na Casa de Vidro. Quem assistia via pay-per-view sabe que Daniel e Ivy nunca foram muito fãs de ajudar nas tarefas domésticas e se preocupavam mais em atender o público do shopping, lendo cartazes, matérias da internet e tentar entender o que eles queriam.

"Dois milhões?! [de seguidores] no Instagram Caralh... Ela é f... Aquela Marcela!", exclamou Daniel. "Marcela tá com dois milhões, né?", perguntou Caon.

Nesse momento do jogo, Marcela ainda era aclamada por ter revelado à casa o jogo sujo de Hadson às outras sisters, de que ele queria queimar as comprometidas usando Lucas como isca.

Aliado a isso, seus discursos feministas inflamados fizeram com que ela logo se tornasse uma das favoritas ao prêmio de R$ 1,5 milhão.

Sabendo dessa e outras informações, Daniel entrou na casa do BBB20 predestinado. Felipe Prior já havia cantado essa bola algumas semanas atrás: "Ele entrou aqui para beijar a Marcela".

O dinamismo do reality encanta. Mas, reforço: reparem que Daniel e Ivy não ligavam para a organização da Casa de Vidro. Isso era rotineiro.

Dito isso, o ator entrou, proferiu meia dúzia de palavras de efeito e ganhou a simpatia de Pyong e a ala feminina da casa. "Eu acredito em ti", disse ele a obstetra.

Depois, no Quarto Céu, ao lado de Ivy, resumiu: "Eles não prestam esses machos. Eles não respeitam vocês".

O jogo se desenhou para eliminações óbvias que não foram cumpridas à risca: Hadson, Lucas e Prior seriam os próximos.

Acontece que ao longo dessas semanas, Daniel foi se mostrando quem era. Pouco ligava para a moeda do Big Brother (estalecas), toma punições a torto e a direito, é indisciplinado e tem forte tendência a não seguir regras e pode até ter sido oportunista em mirar na participante mais popular aqui fora.

A desconfiança do público, aliado a "passação de pano" para ele dentro da casa por seus consecutivos erros culminaram na sua rejeição praticamente que imediata.

Marcela e as fadas sensatas pouco fizeram caso das punições de Daniel. Até Flayslane disse na madrugada desta segunda-feira (23) que o público "não liga" para as punições do ator.

Daniel conseguiu enterrar praticamente uma a uma, mas principalmente Marcela que guardou seus discursos feministas no bolso e passou a preterir a melhor amiga (Gizelly), que jura querer proteger. A obstetra, não raramente, faz o contrário do que diz e ainda desmerece a própria Gizelly em algumas ocasiões. Foram semanas de devaneio e nem que ela volte ser aquela Marcela do início... Acabou.

O fim de "Comunidade Hippie"

O grupo formado por oito pessoas, denominada de "Comunidade Hippie" por eles, ruiu de vez com a entrega do Monstro para Thelma quando Daniel foi Anjo ao lado de Ivy.

Thelma não digeriu muito bem o fato e ainda estranhou a alegação de Daniel. "Não temos tanta afinidade", pontuou.

O ator se mostrou um poço de incoerência e não protegeu um membro do próprio grupo quando poderia ter feito isso.

A gota d'água foi a guerra de espuma protagonizada por ele. Pela primeira vez, fez Pyong sair do sério e pedir aos berros para que parassem com aquilo. A "Comunidade Hippie" foi implodida ali.

As oito pessoas se transformaram em dois grupos de quatro. Estão mais vulneráveis, e após a iminente eliminação de Daniel, certamente muita coisa vai mudar.

Muitos ali acham a eliminação de Daniel improvável. Alguns tentam se manter na soberba e não abrir os olhos para o que acontece debaixo do próprio nariz.

Provavelmente, ouviremos as justificativas mais estapafúrdias para a eliminação. Até de que seja um Paredão Falso. A mesma história da semana passada.

Incapazes de ouvir, as sisters da extinta "Comunidade Hippie" vão ter que se reinventar se quiserem continuar no Big Brother. Caso contrário, sairá uma a uma.

Como se não bastasse tudo isso, Daniel e Ivy, que garantiram que Prior estaria na lista dos próximos eliminados, fizeram seu favoritismo se alastrar. Afinal, enquanto todos passavam pano para o loiro, o arquiteto era o único que batia de frente e apontava erros. Erros estes acobertados pela comunidade de fadas sensatas e perfeitas.

A Casa de Vidro foi o maior erro desta temporada. E o maior acerto também.


Thiago Forato é jornalista e escreve diariamente para o NaTelinha. Assina a coluna Enfoque NT desde 2011 e agora dá pitacos sobre o BBB20. Converse com ele pelo e-mail thiagoforato@natelinha.com.br ou no Twitter, @tforatto




publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!