Reportar erro
Bate-papo

BBB20: Victor Hugo não entende rejeição e Louro José brinca: "Começou a palestrinha"

Psicólogo analisou sua participação no reality show durante café do Mais Você

Victor Hugo
Victor Hugo participou do Mais Você - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 11/03/2020 às 10:22:00

Sétimo eliminado do BBB20, Victor Hugo analisou sua participação no reality show nesta quarta-feira (11), no café da manhã do Mais Você, e afirmou para Ana Maria Braga que não entendeu o motivo da sua rejeição na casa. O ex-confinado também se tornou alvo de uma brincadeira de Louro José por causa do apelido "palestrinha", que ganhou no confinamento.

 “Já começou a palestrinha”, ironizou o mascote, caindo na gargalhada. “Estou brincando”, completou. Logo depois, o psicólogo desabafou: “Tô tentando entender o que fiz de errado até agora”.

Uma das apostas de Victor para ter sido rejeitado foi seu embate com Pyong. Na visão do antigo brother, as pessoas se afastaram dele por causa da manipulação do hipnólogo. "Talvez tenha sido a relação a minha desconfiança do jogo sujo do Pyong, aí eu fui com tudo e usei todas as estratégias possíveis, mas não tive aliança suficiente pra conseguir fazer o que eu queria”, explicou.

“Na minha concepção, ele manipulava muito as pessoas indiretamente, não diretamente no sentido de voto, mas indiretamente de fazer com que as pessoas pensassem diferente sobre outras pessoas. Então, por exemplo, uma situação ‘x’ foi em relação ao Guilherme. Ele colocou várias vezes dúvidas na minha cabeça em relação ao Guilherme, então ele falava que o Guilherme tinha sido orientado, na maneira de agir em relação ao programa e quando fui ver, não era nada daquilo”, acrescentou.

Ele também se mostrou mal com a briga que aconteceu na festa do último sábado (7) e quis saber como a Globo exibiu a confusão ao público. “Na hora que eu saí, a primeira coisa que eu quis ver foi domingo (8), porque eu queria saber como foi a festa na edição, porque pra mim foi muito pesado, foi muito pesado, muito hostil, me senti muito mal e era uma coisa que eu queria saber, como isso tinha sido passado”, relatou.

Victor Hugo se sentiu rejeitado no BBB20

O psicólogo se demonstrou chateado pelo fato de não ter sido bem recepcionado por outros brothers e ele garante que não conseguiu ser o Victor Hugo do dia-a-dia com medo de ser acusado de falso.

“Com o tempo, as pessoas não me deram espaço e oportunidade pra mostrar quem eu era, porque assim, estou muito feliz com tudo que aconteceu na casa, porque tudo era um sonho pra mim, mas eu sinto que eu não conseguir ser eu de verdade, sabe? Eu não consegui ser simpático suficiente que sou aqui fora. Quando eu era simpático, as pessoas falavam que eu era falso. Aí eu ficava assustado, pedia calma e falava que eu era assim mesmo, mas as pessoas só me acusavam”, refletiu.

Apelido de Palestrinha

Victor foi apelidado por Gizelly de “palestrinha”, pois ele tinha o costume de falar com outros brothers sem dar espaço para que os confinados argumentassem.  “Menina, no início eu achava isso muito legal, mas depois eu percebi que as pessoas estavam usando como pejorativo e estava me afastando dos grupos. Quando percebi que era pejorativo, comecei a ficar mal”, desabafou.

“Eu sentia que dava oportunidade para as pessoas falarem e eu sentia que ninguém era interessado em falar comigo, de maneira geral. Eu senti, desde o começo, as pessoas não tinha confiança em mim, não se o motivo, é uma coisa que perguntei aqui fora e disseram que eu era uma planta, mas sempre me posicionei muito”, finalizou.

Guilherme

Victor Hugo revelou que apenas se relacionou com mulheres, inclusive namorando uma por um mês, mas nunca beijou um homem, ou seja, sua paixão por Guilherme foi inédita. “Eu adorei. Desde que me assumi assexual, me relacionei mais com mulheres. Nunca tinha me relacionado com homens, mas já tive crush. Mas foi pela primeira vez que isso aconteceu, porque é isso que aconteceu. Eu me permiti. Se me julgarei, tudo bem. Foi sincero”.

“Só pelo fato de estar perto dele, já era ok, já ficava feliz. Eu sou virgem. Quando falei pra ele, isso pra ele não iria mudar nada e eu já sabia da atitude, da orientação sexual dele, até expliquei pra ele pra não assustar ele, falei que não era gay, que não queria um contato sexual, só ficar perto dele. Era só uma grande amizade, mas que pra mim era algo a mais”, explicou. “Tenho total consciência que vamos ser grandes amigos aqui fora”, completou.

Mais Notícias