Exclusivo

Mãe de Hariany desabafa sobre drama em "A Fazenda 11" e confessa medo de Phellipe

Dona Cristina, mãe da peoa do reality "A Fazenda 11", ainda falou: "Enquanto ela dormia, eu fiquei acordada"

Mãe de Hariany desabafa sobre drama em
Hariany Almeida e Phellipe Haagensen no reality show "A Fazenda 11" (Repordução/Montagem)

Publicado em 01/10/2019 às 10:55:12

Por: Rogério Frandoloso

Os últimos dias foram de total tensão e apreensão por parte de alguns peões no reality show "A Fazenda 11", e também para alguns familiares do lado de fora. Dona Cristina, mãe de Hariany Almeida, acompanhou toda a polêmica que a envolveu por conta de uma atitude de Phellipe Haagensen.

O ator beijou a boca de Hariany sem consentimento e gerou a sua expulsão, concretizada na noite do último domingo (29). O NaTelinha conversou com a mãe da peoa, que deu mais detalhes de como tudo foi acompanhado do lado de fora.

"Acompanhamos muito apreensivos. Enquanto ela dormia, eu fiquei acordada, mesmo impossibilitada de agir. Tive medo de que ele pudesse fazer ainda mais mal para ela e a produção nem os outros participantes tivessem tempo de impedir. Fiquei muito angustiada esses dias, esperando que tudo se resolvesse e que minha filha ficasse bem", contou.

Cristina, que já sofreu fortes emoções ao acompanhar a filha em outro reality show de confinamento, o "BBB19", analisou se Hariany está se saindo bem dentro do jogo ou se há alguma desaprovação quanto ao comportamento. "Nenhuma. Ela é uma menina do bem, generosa, família e fiel às suas amizades e aos seus princípios. A Hari não briga com ninguém, ali ela estava no limite", disse.

Vale lembrar que no início do ano Hariany foi expulsa do "BBB" e agora gerou, não intencionalmente, a expulsão de um participante em "A Fazenda 11". 

A mãe da loira falou sobre as duas situações: "São momentos distintos. No 'BBB', ela se excedeu e violou as regras, pagou por isso, como assim deveria acontecer, mas diante de uma pessoa que ela considera até hoje como amiga. Na 'Fazenda', ela foi a vítima infelizmente e estava em seu direito de denunciar", detalhou.

"Nenhuma mulher deve calar ou ter medo de se defender em situação como a referida. A Hari só me deu orgulho da mulher em que se transformou cheia de garra e luta pelo que é correto sem perder a sua essência aos seus princípios como o ser humano humilde e companheira com um coração imensurável como ela mesma falou não foi só por mim, mas por todas", concluiu.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!