11 anos de Lei Maria da Penha: Relembre sete mulheres que sofreram violência doméstica nas novelas

Marcos e Raquel na novela "Mulheres Apaixonadas" em 2003 - Divulgação/TV Globo

Publicado em 07/08/2017 às 12:19:00 , atualizado em 07/08/2017 às 12:25:54

Por: Thiago Forato

Em 7 de agosto de 2006, foi sancionada a lei Maria da Penha, normalmente aplicada aos homens que agridem fisicamente ou psicologicamente à sua esposa ou qualquer outra mulher.

Na ficção, diversas mulheres já sofreram violência doméstica.

Pensando na data, o NaTelinha lista sete casos de personagens que poderiam muito bem fazer uso da lei Maria da Penha após sofrerem nas mãos do marido.

Confira:

Rita e Cigano

Atualmente em cartaz no "Vale a Pena Ver de Novo", Rita (Adriana Lessa) vivia roxa em "Senhora do Destino" (2004).

Cigano (Roney Marruda), um criminoso com passagens pela polícia, vivia ameaçando a mulher, com um ciúme doentio.

Constantino (Nuno Mello), taxista apaixonado por Rita, sempre tentou livrá-la do agressor, mas também teve problemas.

Gui e Caco

Na novela "Pé na Jaca" (2006), Juliana Paes interpretou Gui e apanhava de seu marido, vivido por Alexandre Schumacher.

No final das contas, o rapaz acabou morrendo, e como se não bastasse tudo, ainda foi acusada de matá-lo para ficar com seu dinheiro.

Catarina e Léo

Há nove anos, em "A Favorita", de João Emanuel Carneiro, mais um caso de violência doméstica.

O chucro e machista Léo, vivido por Jackson Antunes, não media consequências e agredia por diversas vezes a mulher, Catarina, interpretada por Lilia Cabral.

Em dada cena, cansada de tantas humilhações, Catarina tratou de dar um tabefe na cara do marido, umas das grandes cenas da trama.

Dália e Ronildo

Entre 2007 e 2008, quem diria, Rodrigo Hilbert, o "homão da p..." fazia papel de agressor na novela "Duas Caras".

Na novela, Dália, interpretada por Leona Cavalli, era viciada em drogas e apanhava do marido Ronildo, além de ser mantida em cativeiro por ele.

Sônia e Clóvis

Em "Profeta", muita gente pegou ódio de Dalton Vigh por interpretar Clóvis.

Clóvis violentava Sônia, vivida por Paolla Oliveira, e chegou a deixá-la presa em cativeiro e até deixou a esposa num quarto sem refeições.

Celeste e Baltazar

O Comendador José Alfredo de "Império" (Alexandre Nero) e o Rômulo de "A Regra do Jogo" também já maltratou sua parceira.

Ele maltrava Celeste, vivida por Dira Paes na novela "Fina Estampa", de 2011.

Raquel e Marcos

Uma das violências domésticas mais emblemáticas da história da dramaturgia brasileira.

Marcos (Dan Stulbach) e Raquel (Helena Ranaldi) na novela "Mulheres Apaixonadas", de 2003, de Manoel Carlos.

Marcos era extremamente ciumento e agressivo com Raquel. As surras que dava com uma raquete de tênis nunca foram esquecidas.

O tema, e as cenas, ganharam grande repercussão na época, e o ator é lembrado até hoje pelo papel, que causou o ódio dos telespectadores.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!



publicidade