17/02/2017 às 16:41:53 atualizada às 16:53:52

Tirado do SBT por sugerir casal lésbico, desenho vira tapa-buraco na Band

"A Lenda de Korra" vai estrear em pleno Carnaval

Por Gabriel Vaquer
Compartilhe »
  
Tirado do SBT por sugerir casal lésbico, desenho vira tapa-buraco na Band Divulgação
publicidade
Exibido em 2015 pelo SBT e tirado do ar após uma polêmica que surgiu na internet, o desenho "Avatar: A Lenda de Korra" vai estrear na Band como tapa-buraco, em pleno sábado de Carnaval, dia 25 de fevereiro. 
 
A animação irá ao ar a partir das 6h40 da manhã, desde seu primeiro episódio. "A Lenda de Korra" possui quatro temporadas que somam juntas 52 episódios e gerou muita polêmica em sua exibição no canal de Silvo Santos. 
 
No SBT, o desenho foi até o ano três, e saiu do ar após reclamações de pais devido a conteúdo "violento" e "amoroso" entre personagens, incluindo uma sugestão de casal lésbico no último ano. 
 
Na quarta temporada, a protagonista vive um triângulo amoroso com os irmãos Mako e Bolin, mas ela assume o relacionamento com o primeiro. Na terceira leva, Korra começa uma intensa amizade com Asami (que havia namorado Mako).
 
 
O final do desenho intrigou os fãs sobre um provável namoro lésbico: Korra e Asami se entreolham e vão juntas, de mãos dadas, para o mundo espiritual. Montagens "shipando" o casal, que ganhou o apelido de Korrasami, foram espalhadas pela internet com as duas se beijando. 
 
Ao fim da animação, o roteirista e um dos criadores Michael Dante DiMartino confirmou em seu blog o relacionamento homossexual entre Korra e Asami e deixou os fãs em polvorosa. 
 
"Nossa intenção com a última cena foi para mostrar o mais claro possível que, sim, Korra e Asami têm sentimentos românticos uma pela outra. O momento em que elas entraram no portal espiritual simboliza sua evolução de amigas para um casal", afirmou ele. 
 
Tags: Band, Desenho, SBT,
publicidade
publicidade

VEJA TAMBÉM


Comentários

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!


publicidade