Reportar erro
Adeus

Filha de Marina Miranda chora e diz que mãe partiu sofrendo: "Injusto"

Sylvia Miranda lamentou a morte da humorista

Cátia Fonseca no Melhor da Tarde
Marina Miranda faleceu - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 21/09/2021 às 15:41:00,
atualizado em 21/09/2021 às 15:42:06

Sylvia Miranda, filha da humorista Marina Miranda, lamentou a morte da mãe, em entrevista para o programa da Band, o Melhor da Tarde, nesta terça-feira (21). Durante o desabafo, ela chorou e detalhou a vida difícil que a Miranda atravessava nos últimos anos. 

“Partiu sofrendo, Cátia, o que é o mais injusto. Eu e os amigos dela lutamos muito para ela poder ter uma dignidade. Perdi um pedaço de mim, porque minha mãe era minha alma gêmea. Não sei o que fazer, o que falar, eu tenho um câncer, estou sendo xingada na internet. Agora é o momento do povo entender que eu perdi a minha mãe”, comentou.

Ela explicou que diversos artistas, como Sônia Abrão, Paulo Cintura e Hélio De La Peña, ajudaram Marina Miranda durante o período de internação. Sylvia relembrou que brigou com as irmãs, mas não ficou com a guarda da humorista no fim da vida dela.

“Não estou ligando para dinheiro, eu vivo na comunidade, Cátia. Eu não morava com a minha mãe, não ganhei a guarda dela. Se ela estivesse comigo, ela estaria viva, porque eu sei cuidar da minha mãe, ficamos 40 anos juntas. Fui assessora dela a vida toda. Mas não vou discutir isso agora, não é o momento disso. Só peço que não me xinguem na internet e respeitem a minha doença e a minha dor”, completou.

Marina Miranda, 90 anos, morreu nesta terça no Rio de Janeiro. A atriz e humorista estava internada em coma desde domingo (19) no Centro de Emergência Regional (CER) do Leblon. Ela tinha Alzheimer e estava com uma doença pulmonar, além de uma infecção urinária.

Marina Miranda

Atriz Marina Miranda

Com Alzheimer, Marina Miranda começou sua carreira no humorístico Balança Mas Não Cai, humorístico que migrou da Rádio Nacional para a Globo em 1968. Nos anos seguintes, engatou participações em Dona Xepa (1977), Dancin' Days (1978), Os Trapalhões (1979-87), A Gata Comeu (1985), dentre outros.

Marina começou a fazer um grande sucesso em todo país a partir dos anos de 1980, quando fez dupla com o ator Tião Macalé (1926 -1993) onde o bordão "Crioula difícil” ganhou o público brasileiro. A partir dali, conquistou o respeito de diversos colegas e foi chamada para outros trabalhos.

Ela também na Escolinha do Professor Raimundo no início dos anos 90. Voltou a interpretar Dona Charanga em 1999 no extinto Zorra Total e na própria Escolinha em 2001. Depois, se transferiu para a Record onde fez Prova de Amor (2005), Caminhos do Coração (2007), Os Mutantes (2008) e Promessas de Amor (2009).



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias