Reportar erro
Em ruínas

Youtubers entram nos estúdios da Manchete e descobrem cenário de novela

Antigo local de gravação de novelas e programas do canal é descoberto

Logo Manchete
Youtubers entram nos estúdios da Manchete e descobrem cenário de novela - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 03/07/2021 às 21:20:00

Youtubers entraram nos antigos estúdios da Manchete, no Rio, e acabaram descobrindo cenários de novela. Rafael Ramos, do canal Vlougar, juntou amigos e partiram para o local, onde acharam ruínas da emissora. O que se viu foi muito lixo, mato e objetos destruídos. Ao entrarem nos estúdios, os youtubers se depararam com um quadro de Adolpho Bloch (1908-1995), criador da Manchete.

Na sequência, acabaram encontrando negativos e fotos de família. Em outro compartimento eles descobriram uma lista de checagem da novela Brida, última novela da emissora, interrompida por causa do fim do canal, em 1998.

Depois de mostrarem os documentos, os youtubers seguiram para um galpão onde se viam vários objetos e cenários que, ao que tudo indica, seria também de Brida. Além do estúdio de teledramaturgia, eles também visitaram os locais onde foram gravadas outras produções como o Mexe Brasil (1997-1998).

Ex-atores da Manchete tentam receber até hoje

Imagine só a seguinte situação: você faz um trabalho e essa produção simplesmente fecha a empresa onde você trabalha. 22 anos depois, você ainda luta para receber o que lhe é de direito e nada mais que isso. É esse o drama do elenco da novela Brida, produzida em 1998 pela extinta Rede Manchete e que foi a pá de cal para a emissora carioca sair do ar. Com diversos processos, a protagonista Carolina Kasting e outros atores da produção sequer conseguiram receber os valores. A mais próxima disso é Carolina, que decidiu processar a RedeTV!, sucessora da Manchete na TV, e que conseguiu ganho de causa.

NaTelinha monitorou esses processos durante os últimos meses. O principal deles é o da protagonista, que entrou na 22ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro para conseguir receber seus salários pela novela dirigida por Walter Avancini, em 30 de outubro de 1998 - uma semana depois do fim abrupto de Brida, que teve gravações paralisadas e um final narrado no improviso. Em 1999, Carolina Kasting mudou esse processo individual, que passou a ser direcionado para Amilcare Dallevo Jr, dono da RedeTV!. A movimentação processual segue até hoje entre embargos pedidos pela RedeTV! e notificações entre as partes.

Além do processo individual de Carolina Kasting, uma ação coletiva de atores que fizeram parte da produção também corre na Justiça contra a Bloch Som & Imagem. Entre os participantes, estão o ator Leonardo Vieira, a atriz Guilhermina Guinle e a autora Manuela Dias, que fez parte do elenco da novela como atriz e hoje escreve Amor de Mãe na Globo. O espólio do ator Rubens de Falco, que faleceu em 2008, também está como parte interessada.

Esse processo está parado desde 2017, sem novidades, porque as penhoras da Massa Falida da Manchete não conseguiram levantar fundos para pagar os valores determinados pela Justiça. O caso mais grave nesse caso é o da atriz Bete Mendes. Como parte do elenco de Brida, Bete chegou a ser intimada para receber pelo trabalho, mas por duas vezes, não houve crédito para o pagamento. Muita gente desistiu dessa ação coletiva, também entrada na Justiça em outubro de 1998, por causa da demora.

TAGS:
Mais Notícias