Caso grave

Homem armado invade a Globo à procura de Renata Vasconcellos e faz repórter de refém

Sequestro acabou rapidamente e não houve feridos; veja vídeos

Homem armado invade a Globo à procura de Renata Vasconcellos e faz repórter de refém
Homem fez repórter da Globo de refém na sede da emissora - Foto: Divulgação

Publicado em 10/06/2020 às 15:55:20

Por: Daniel César com Gabriel Vaquer e Fabrício Falcheti

Um homem armado invadiu a sede de jornalismo da Globo, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira (10) e fez a repórter Marina Araújo como refém. O criminoso seria fã da jornalista Renata Vasconcellos e teria ido até o local por ser aniversário da jornalista, que completa 48 anos hoje.

De acordo com a Polícia Militar, o sujeito fez Marina Araújo de refém ainda nas proximidades da emissora e entrou no prédio gritando pelo nome de Renata. Houve muita tensão e fontes relataram ao NaTelinha que o sujeito teria viajado do Espírito Santo para o Rio apenas para encontrar-se com a âncora do Jornal Nacional. Funcionários da Globo no Jardim Botânico afirmaram que o local tem entrada facilitada, pois qualquer pessoa pode chegar até a catraca, onde tudo aconteceu.

A polícia foi acionada rapidamente e o homem acabou se entregando para os policiais depois de muita conversa para acalmá-lo. A própria Renata teria aparecido para ajudar na negociação, que foi mediada por Ali Kamel, Diretor Geral de Jornalismo. A repórter não se feriu e foi encaminhada para o ambulatório a fim de receber tratamento psicológico.

Segundo apurou a reportagem, a situação foi resolvida rapidamente e não afetou o trabalho do jornalismo porque os profissionais estavam em outra área. Funcionários da Globo afirmaram que o caso não parece um ato político contra a emissora, mas sim de um fã obcecado por Renata Vasconcellos, lembrando o ocorrido com Ana Hickmann, que sofreu tentativa de homicídio em 2016.

O NaTelinha entrou em contato com a assessoria de comunicação da Globo, que emitiu o seguinte comunicado sobre o episódio:

"Na tarde desta quarta-feira, um homem invadiu a sede da TV Globo, no Jardim Botânico, portando uma faca. Ele fez a repórter Marina Araújo refém. A segurança da Globo rapidamente agiu, isolou o local e chamou a PM. O comandante do 23° batalhão da corporação, coronel Heitor Henrique Pereira, compareceu à emissora e conduziu a negociação. O homem, que ameaçava a jornalista, liberou a repórter após alguns minutos. Marina e todos os funcionários que estavam no local não se feriram e passam bem.

A Globo repudia com veemência todo tipo de violência. Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política. Um homem que exigia ver a jornalista Renata Vasconcellos. Seguindo instruções do comandante Heitor, Renata compareceu ao local onde estava Marina e o invasor. Tão logo ele a viu, largou a faca e libertou Marina. Foi preso imediatamente. A TV Globo agradece à PM, ao coronel Heitor e a todos os policiais, cuja condução foi exemplar. Marina se comportou com coragem, serenidade e firmeza, sendo fundamental para o desfecho da situação. Renata foi corajosa, desprendida, solidária e absolutamente imprescindível para que tudo acabasse bem. As duas profissionais estão bem. E foram recebidas pelos colegas com carinho e emoção".

Segue a posição da assessoria de imprensa da Polícia Militar: "A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, na tarde desta quarta-feira (10/6), um homem portando uma faca fez uma mulher refém nas proximidades do prédio de uma emissora de TV no Jardim Botânico. Na sequência ele forçou a entrada na emissora reivindicando falar com uma jornalista. O 23ºBPM foi acionado e iniciou a negociação já dentro do prédio. O próprio comandante da unidade estabeleceu dialogou com tomador de refém e o demoveu da iniciativa. A vítima foi libertada sem ferimentos. O preso foi conduzido à 15ª DP (Gávea) para registro dos fatos".

Confira o momento:

Vídeo obtido com exclusividade pela reportagem mostra o exato momento em que o homem é levado para fora da sede da Globo. Veja:


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!