Reportar erro
Contradição?

Após flagra, âncora da GloboNews alerta sobre quebra de isolamento: “Não é hora”

Marcelo Cosme pediu isolamento dois dias depois de ter sido flagrado na praia

Marcelo Cosme e os comentaristas do Em Pauta, na Globonews
Marcelo Cosme, da GloboNews, defendeu isolamento social, dois dias depois de ser flagrado na praia - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 09/04/2020 às 21:20:57

O apresentador do Em Pauta, da GloboNews, Marcelo Cosme, afirmou nesta quinta-feira (09) que não é hora das pessoas quebrarem o isolamento social e irem à praia durante o feriado prolongado. A afirmação aconteceu dois dias depois de ele ter sido flagrado fora da quarentena caminhando pelas praias.

O caso começou a ficar inusitado logo no início do Em Pauta, quando o jornalista abriu o programa modificando a palavra isolamento e a substituiu por distanciamento, dando outra conotação à recomendação. "Estamos longe ainda do pico da pandemia, mesmo assim aumentou a quantidade de pessoas desrespeitando o distanciamento social", afirmou ele, que também deixou claro que as pessoas não deveriam desrespeitar a quarentena: “Não é hora”.

Diferentemente de Cosme, a partir daí todos os comentaristas do jornalístico trataram o assunto como isolamento social e não distanciamento e ele passou a utilizar a mesma expressão.

Ainda durante o Em Pauta, Marcelo viveu outra situação constrangedora ao afirmar que não é o momento das pessoas irem à praia. “É um costume, uma tradição de ir pra praia no fim de semana, mas agora não dá”, comentou convocando o comentarista Carlos Alberto Sandenberg. “Pois é, e eu soube de muita gente que, por ignorância não sabia que estava proibido e tentou pra fazer o confinamento no Litoral, em Santos e no Guarujá e teve que voltar”, afirmou parecendo uma indireta.

Marcelo Cosme vai à praia

A discussão do programa chamou a atenção porque Marcelo Cosme foi protagonista de uma situação inusitada na última terça-feira (07), ao aparecer fazendo atividade física na orla de uma praia do Rio de Janeiro, ele chegou a discutir com a pessoa que o estava filmando.

Ao perceber que estava sendo filmado por um homem, Marcelo criticou a postura. “Você me respeita, você está me perseguindo. Posso te dizer? Não sou do grupo de risco”, reclamou o jornalista, que acabou criticado nas redes sociais.

Mais Notícias