Reportar erro
Humor

Carioca substitui Bolsonaro no Palácio da Alvorada e irrita jornalistas

Brincadeira foi feita na frente do Palácio da Alvorada

Márvio Lúcio como Jair Bolsonaro
Márvio Lúcio imitando o presidente Bolsonaro - Foto: Reprodução/Youtube
Redação NT

Publicado em 04/03/2020 às 15:20:00

O humorista Márvio Lúcio, mais conhecido como Carioca, esteve ao lado do presidente Jair Bolsonaro na manhã desta quarta-feira (4), o imitando na frente do Palácio da Alvorada, onde o político concede entrevistas a jornalistas diariamente. Na ocasião, o comediante distribuiu bananas para a imprensa presente.

Ele desceu do carro oficial caracterizado como Bolsonaro e passou a conversar com jornalistas e apoiadores. Perguntado se tinha sido orientado pelo presidente, Márvio disse que não. “Não vem com esse papo. Sou eu aqui. Foi ideia minha. Isso aqui se chama humorista”, declarou.

Ao chegar, Bolsonaro foi questionado sobre o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) – teve alta de 1,1% em 2019, a menor taxa desde o fim da recessão – mas pediu para que Carioca respondesse por ele, irritando os repórteres – alguns se retiraram do local.

Carioca esteve junto com o governante para gravar uma reportagem ao Domingo Espetacular. O ex-integrante do programa Pânico fechou contrato com a Record e fará participações na revista eletrônica semanal da emissora.

Sua estreia ocorrerá no próximo domingo (8). Além do bate-papo com Bolsonaro, o humorista fará imitações de personalidades que fazem parte do casting da emissora, como Luiz Bacci, Percival de Souza, entre outros.

Márvio Lúcio trabalhou cerca de 10 anos no Pânico na TV, passando pela RedeTV! e Band, além de ser integrante da atração na rádio Jovem Pan. Sua saída ocorreu na metade de 2018, quando ele anunciou sua ida para a Globo. No canal, fez participações no Central da Copa e Vídeo Show, deixando a emissora com o fim do vespertino, em janeiro do ano passado.

Carioca e seu apoio a Bolsonaro

Desde 2014, Carioca se manifestou uma pessoa com ideologia mais à direita. Nas eleições municipais de 2016, Márvio se mostrou contrário a reeleição de Fernando Haddad (PT) e apoiou João Dória (PSDB), que venceu o pleito.

Em 2018, o humorista mais uma vez fez campanha contra o candidato petista e declarou seu voto ao presidente Jair Bolsonaro, na época filiado ao PSL.

Mais Notícias