Sofreu crime

Mara Maravilha confessa que sofreu assédio: "Tentou pegar nos meus peitos"

Mara deu detalhes sobre o caso no Fofocalizando

Mara Maravilha confessa que sofreu assédio:
Mara Maravilha contou que já foi assediada - Foto: Divulgação/SBT

Publicado em 23/01/2020 às 19:40:52

Por: Redação NT

Mara Maravilha confessou ao Fofocalizando nesta quinta-feira (23) que já sofreu assédio. A artista lembrou o caso acontecido no passado, após o programa exibir uma reportagem mostrando uma mulher que foi assediada dentro de um ônibus e se revoltou.

"Eu me lembro que eu tinha... Isso já tem tempo, olha como fica o trauma na nossa mente. Eu estava andando e a pessoa, o homem, vinha ao contrário. Ele simplesmente colocou a mão no meu peito e continuou andando", contou a comentarista do vespertino do SBT.

E ela continuou dando detalhes do caso: "Eu olhei para trás e tentei falar, ele nem olhava para trás, me tirando de louca. Isso já tem tempo, pra você ver a agressão que é não só física, mas psicológica. Eu fico me perguntando se ele não tem mãe, não tem irmã".

Lívia voltou a comentar assim que Mara deu seu próprio depoimento. "Eu acho que depois dessa, ele nunca mais vai fazer isso. Saber por que? Porque passa vergonha", cravou a apresentadora do Fofocalizando.

Lívia critica assédio

Lívia Andrade já havia comentado a questão do assédio no início do assunto e se posicionou a favor das mulheres. Assim que o vídeo foi exibido mostrando uma mulher num ônibus gritando com um homem, após a tentativa de assédio. "Tu tem que levar porrada, entendeu?", gritava a mulher no vídeo e, assim que a produção do programa cortou as imagens para o estúdio, a apresentadora estava aplaudindo.

"Parabéns. Não pode deixar passar. Parabéns também para todas as mulheres que estavam neste ônibus e apoiaram a mulher que foi assediada. Porque muitas vezes a gente vê que a mulher fica com vergonha porque ela tenta pedir ajuda e não recebe", analisou Lívia.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!