Sem sucesso

De O Aprendiz ao Se Joga: Programas que fracassaram em 2019

Algumas atrações chegaram cheias de expectativas, mas não renderam o esperado

De O Aprendiz ao Se Joga: Programas que fracassaram em 2019
Se Joga foi um dos programas que decepcionou em 2019 - Foto: Divulgação/Globo

Publicado em 04/12/2019 às 05:01:00 ,
atualizado em 04/12/2019 às 09:05:31

Por: Naian Lucas

O ano de 2019 foi cercado de expectativas no mundo da televisão, tendo grandes sucessos, mas também enormes fracassos, como Se Joga,  De A a Zuca e O Sétimo Guardião.

As emissoras precisaram lidar com os baixos índices, as críticas e a falta de repercussão. Por conta disso, o NaTelinha resolveu relembrar as produções que não obtiveram o sucesso desejado pelos canais.

Confira:

Famílias Frente a Frente

O reality show foi o retorno de Tiago Abravanel ao SBT e veio cercado de expectativa por se tratar de uma atração comandada pelo neto de Silvio Santos.

O programa é exibido nas noites de sextas da emissora e o início foi com 12 famílias concorrendo entre si. O formato brasileiro do Family Food Fight não conseguiu alavancar a audiência do horário, marcando média que gira de 5 a 7 pontos.

A atração ganhou espaço no Prime Vídeo, streaming da Amazon, mas nada que fizesse a produção conquistar repercussão.

O Sétimo Guardião

O retorno de Aguinaldo Silva no universo mágico gerou expectativa, mas a história não foi comprada pelo público e o autor ainda precisou enfrentar acusações de plágio de ex-alunos.

Apesar de ter estreado em 2018, as maiores confusões aconteceram neste ano. Marina Ruy Barbosa teria brigado com Lília Cabral – as duas negaram – e a ruiva ainda foi acusada de ser o pivô da separação de José Loreto e Débora Nascimento.

As brigas foram grandes e a novela naufragou na audiência. Com média de 28.78 pontos, sofrendo críticas do público e dos especialistas.

Se Joga

O Se Joga estreou no final de agosto com a responsabilidade de vencer a Hora da Venenosa, do Balanço Geral SP, e trazer uma produção ao vivo ao horário desde o fim do Vídeo Show, que aconteceu em janeiro.

Havia expectativa para saber como Fernanda Gentil lidaria no entretenimento, mas as notícias divulgadas sobre o programa foi desanimando, principalmente quando confirmaram a chegada de outros dois apresentadores (Érico Brás e Fabian Karla).

O programa foi levado ao ar e fracassou. Com audiência abaixo dos dois dígitos – a atração fica com média que gira entre 7 e 9 pontos – é comum o Se Joga perder para Record e, às vezes, ocupa até a terceira colocação.

BBB

O Big Brother Brasil 19 foi levado ao ar com alta expectativa, principalmente pela edição de 2018, quando Kaysar e Gleici Damasceno protagonizaram o programa e ganharam milhões de fãs.

Com a polarização política, a direção apostou em pessoas que tinham visões de mundo bem diferentes e estavam engajados com causas sociais. Entretanto, o que se viu foi um monte de gente apenas buscando paz, tranquilidade e fugindo de qualquer confronto.

Resultado: a competição terminou com audiência de  20.02, o pior desempenho da história do programa.

A Fazenda

A Fazenda não vinha mais repercutindo e a edição 10 seria a última, mas com a entrada de Marcos Mion mudou tudo. O apresentador deu um novo fôlego e os participantes da temporada anterior – Ana Paula Renault, Nadja Pessoa e Gabi Prado são alguns exemplos – fizeram com que o reality tivesse alta repercussão.

A temporada 2019 chegou com muita expectativa, mas frustrou um pouco ao revelar os competidores. Com o passar do tempo, a repercussão ficou abaixo do esperado e a audiência não correspondeu.

O programa está com uma média de 8.18 e corre o risco da temporada 11 ser a com o pior desempenho de audiência.

Me Poupe

O reality show estreou na Band cheia de credibilidade e prestígio, recebendo elogios da crítica especializada. A atração apresentada por Nathália Arcuri ficou marcada por ser leve, divertida e informativa, mas não conseguiu ter repercussão.

Para piorar, quando o assunto é audiência, o programa raramente conseguiu ultrapassar a marca de um ponto na média. A produção seguirá no ar até o dia 16 de dezembro e não há confirmação ainda de uma segunda temporada na Band.

O Aprendiz

Roberto Justus passou anos apresentando O Aprendiz na Record, mas procurou a Band para dar prosseguimento ao reality show após receber a informação da emissora do bispo Edir Macedo que não continuaria com o programa.

A Band gostou do projeto e o reality gerou enorme expectativa. Cheio de patrocinadores, a atração manteve a qualidade que se tinha na Record, contudo, a audiência não correspondeu.

O Aprendiz fechou com média geral de um ponto. Apesar de Justus afirmar que o público alvo foi atingido – internautas – o número de telespectador acabou sendo baixo. Mesmo assim, a competição terá uma segunda temporada.

De A a Zuca

Celso Zucatelli deixou a RedeTV! e rapidamente conseguiu um espaço na TV Gazeta, tendo a oportunidade de apresentar o programa De A a Zuca.

O apresentador divulgou o programa, ganhou espaço na programação ao lado de Ronnie Von no horário matutino, só que a produção durou muito pouco tempo e o jornalista acabou se desligando do canal.

Atualmente, Celso retornou para Record e agora é o apresentador do Balanço Geral SP Manhã.



Melhores do Ano NaTelinha 2019: Vote e eleja os destaques do ano na televisão!


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!