Ascensão

A trajetória meteórica de Maju Coutinho até o “Jornal Hoje”

Jornalista estreia no comando do telejornal nesta segunda (30)

A trajetória meteórica de Maju Coutinho até o “Jornal Hoje”
Maju Coutinho assume o "Jornal Hoje". Foto: Divulgação

Publicado em 30/09/2019 às 04:45:10 ,
atualizado em 30/09/2019 às 11:14:04

Por: Daniel César

Nesta segunda-feira (30), a Globo estreia o novo formato do "Jornal Hoje" com a nova apresentadora, Maria Júlia Coutinho, após décadas sob a ancoragem de Sandra Annemberg. Com ascensão meteórica, muita gente comemorou a titularidade de Maju, mas pouca gente conhece a história da ex garota do tempo do "Jornal Nacional".

Maria Júlia Coutinho Portes, ou Maju para os mais íntimos, como os milhões de brasileiros aprenderam a chamá-la diariamente quando ela dizia se ia chover ou fazer sol com um jeito despojado dentro do jornal de maior audiência do país, é nascida em 10 de agosto de 1978 e tem 41 anos.

Ela é formada em jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e começou a carreira na fundação de mesmo nome da Faculdade e que controla a TV Gazeta. Por lá, passou por vários cargos e chegou a se tornar repórter, fazendo pequenas aparições na programação do canal.

Em 2005, a jovem profissional assinou com a TV Cultura e assumiu a apresentação do "Jornal da Cultura", ao lado do consagrado Herodoto Barbeiro. A experiência durou pouco e logo Maju foi designada como apresentadora do "Cultura Meio Dia", onde ficou enquanto esteve na emissora paulistana.

Chegou à Globo em 2007, assumindo a função de repórter dos mais diversos telejornais da emissora. Esteve em coberturas de eventos importantes no período em que esteve nas ruas, como a Copa do Mundo de 2010, mas foi em 2013 que sua vida mudou completamente. Foi neste período, em 2010, que ela se casou com Agostinho Paulo Moura, com quem está até hoje.

Maju foi convidada para fazer a previsão do tempo do "Globo Rural". A jornalista que não entendia praticamente nada do assunto, temeu que poderia soar superficial e tentou imprimir um novo modelo de apresentar o quadro e assumiu um tom jornalístico e até criou neologismos para aproximar-se do público.

A ideia foi tão bem recebida dentro da Globo que, poucos meses depois, a garota do tempo do "Globo Rural", como ela ainda era conhecida, passou também a falar sobre a previsão para o "Bom Dia SP" e chegou ao "Bom Dia Brasil", sempre com o mesmo estilo.

Maju continuou cumprindo seu papel e angariando novos fãs, inclusive dentro da própria emissora, a tal ponto de, em 2014, acumular mais um jornalístico como garota do tempo, o ""Hora Um". Alguns meses adiante e ela também virou a titular do tempo no "Jornal Hoje", estando em praticamente todos os jornais como a responsável por falar da previsão do tempo.

O estilo informal levou Maju ao topo quando ela foi escolhida pela cúpula do jornalismo da Globo para substituir Rosana Jatobá no "Jornal Nacional". Em meados de 2014, ela se transformou oficialmente na apresentadora da previsão do "JN" e a tabelinha com William Bonner deu tão certo que ela logo caiu nas graças do povo e se transformou em referência da TV sobre o assunto.

Para completar a onipresença no jornalismo da Globo, Maria Júlia assumiu ainda as mesmas funções dentro do "SP1" ainda em 2015 e acabou permanecendo nas funções de previsão do tempo em quase todos os veículos da Globo até o primeiro semestre deste ano.

Mas Maria Júlia não foi escolhida aleatoriamente para o novo cargo. Desde 2017 ela é apresentadora eventual do "Jornal Hoje", substituindo as folgas de Sandra Annemberg. Em 2018, a jornalista teve uma experiência diferente como uma das comentaristas do "Saia Justa", na GNT.

Em fevereiro deste ano, a primeira grande surpresa envolvendo Maju. Ela se transformou na primeira jornalista negra a se sentar na bancada e apresentar o "Jornal Nacional", fato que foi muito noticiado e comemorado por colegas e fãs da profissional. Pouco depois, ela foi escolhida para substituir Poliana Abritta que estava de férias no "Fantástico".

E foi justamente durante este período que Maju conquistou o maior posto. Dentro do "Fantástico" ela recebeu a notícia de que seria a nova âncora do "Jornal Hoje", já que Sandra Annemberg estava de mudança para o "Globo Repórter" com a aposentadoria de Sérgio Chapelin.

Até onde pode chegar Maju Coutinho é um mistério, mas o público começa a descobrir a partir desta segunda-feira com o novo "Jornal Hoje". 


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!