Reportar erro
Humor

Após crítica, "Zorra" volta a zombar de agronegócio

Programa não se intimidou com o repúdio de Deputado e Associação

 Após crítica, "Zorra" volta a zombar de agronegócio
"Zorra" ironizou posicionamento contrário de Deputado do PSL - Foto: Reprodução/Globo

Redação NT

Publicado em 11/08/2019 às 19:20:05

O “Zorra” não abaixou a cabeça para Associação dos Produtores de Maçã e Pêra de Santa Catarina (AMAP) e o Deputado Federal Sanderson (PSL-RS) e voltou a satirizar o posicionamento deles sobre a sátira do “Sítio do Pica-Pau com Sequelas” na noite do último sábado (10).

A esquete foi batizada de “Deputado Agrotóxico e o ‘Sítio do Picapau com Sequela”. A história apresenta o político numa bancada cercado de assessores e pessoas ligadas ao setor rural, usando da influência para detonar o humor praticado pelo programa humorístico da Globo.

“Isso não vai ficar assim”, falou o Deputado fictício após ver o vídeo. “Venho aqui hoje para afirmar que sou a favor dos defensivos agrícolas”, declarou, aproximando-se um homem bem vestido e com a mão na cintura, simulando uma arma. “Agrotóxicos, que a mídia golpista que insistem em dizer que fazem ‘mal’ a saúde. Uso nas minhas plantações, no meu pomar, na minha horta, derramo litros e litros no meu jantar e no meu almoço. Uso até no leite das minhas crianças e continuo aqui forte. Veja a vitalidade da minha família”, apontou o político, apresentando seus familiares.

Ele termina dizendo que os produtos não fazem mal e saem de cena, mostrando um rabo de lagarto em suas costas e dos seus parentes, transmitindo a mensagem que os agrotóxicos provocam mutações nos seres humanos.

A resposta é ao posicionamento do político do PSL ao programa “Zorra”. No sábado passado (03), houve uma paródia da abertura do “Sítio do Pica-Pau Amarelo” para criticar a utilização de produtos químicos em plantações, além de expor que políticos são beneficiados com as ações de determinados agricultores.

“Borrifada na goiaba, pra agradar a tal bancada, tem veneno na panela. A banana brilha amarela, ‘Sítio do Pica-Pau com Sequela’”, falava um trecho da música do quadro que usa do sarcasmo pra criticar.

A associação dos produtores emitiu nota de repúdio, pedindo respeito ao humorístico. “A sátira foi veiculada como 'humor, sátira, sarcasmo', [mas é um] ato de terrorismo contra o produtor rural, sem embasamento teórico e científicos generalizando com extremismo uma minúscula parte de produtores que não possuem embasamento, assim como a liberação de novos defensivos, apenas criticam mas não veem que a maior porcentagem são produtos biológicos!”, disparou.

No Twitter, o Deputado do PSL detonou o programa. “Apresentei agora pouco um requerimento de MOÇÃO DE REPÚDIO contra a paródia “Sítio do Pica-Pau com Sequela”, veiculada no último sábado, no programa Zorra, da Rede Globo. A paródia expôs, de forma vexatória, a atuação dos produtores rurais do Brasil, com referências pejorativas”.

O “Zorra” tem apostado em sátiras em diversas áreas, mesmo sendo criticada por profissionais de classes, vem mantendo o estilo, sem demonstrar censura interna.

Mais Notícias