Caso Rafael Miguel

Irmão do suspeito de assassinar ator xinga Luiz Bacci ao vivo: "Pilantra"

Apresentador defendeu o trabalho realizado pelo "Cidade Alerta"

 Irmão do suspeito de assassinar ator xinga Luiz Bacci ao vivo: "Pilantra"
Joel Cupertino e Luiz Bacci discutiram, ao vivo, durante o programa policial - Reprodução/Record

Sem autor

Publicado em 14/06/2019 às 17:12:43,

O clima pesou no "Cidade Alerta" desta sexta-feira (14). O programa policial da Record colocou, ao vivo, Luiz Bacci para entrevistar o irmão de Paulo Cupertino, suspeito de assassinar o ator Rafael Miguel no último domingo (9). Na conversa, Joel Cupertino perdeu a paciência com os questionamentos feitos pelo jornalista e o xingou: "Você é o maior pilantra".

continua depois da publicidade

A discussão aconteceu por volta das 17h, quando o programa ainda é exibido em rede nacional. Joel estava visivelmente irritado com Bacci. "É o que você está dizendo, Joel. Você mesmo disse, a Polícia está investigando. E a Polícia está dizendo também", dizia o apresentador, quando foi interrompido por Cupertino. "Você é o maior pilantra, irmão. Porque você está querendo distorcer o bagulho. Eu falei que a lei... a lei é essa daí, tio. Vai se f*". Após o termo chulo, Bacci pediu que tirassem do ar ao link com Joel.

continua depois da publicidade

Posteriormente, Luiz Bacci defendeu a postura do "Cidade Alerta". "Tá vendo esse menino aqui? (apontando para foto de Rafael) Foi morto pelo seu irmão", disse. "O seu irmão é o bandido. O seu irmão é o assassino. Não eu, que estou trabalhando inocentemente, com um único objetivo: mostrar a foto do seu irmão, aqui, todo dia”, bradou.

O jornalista ainda acrescentou: "Quanto mais elementos nós tivermos acesso, mais chance eu vou ter para mostrar a foto do assassino e para o Brasil ajudar a encontrá-lo. E agora eu fico mais animado com o fato do próprio tráfico de drogas da região ter se tocado (sobre) quem verdadeiramente é esse assassino, e aí... o tráfico de drogas já se tocou quem é, pelo que a Polícia investiga e pelo que o irmão do assassino falou, e quem sabe agora a chance de localizá-lo rapidamente é muito maior. Muito maior".

continua depois da publicidade

Não é a primeira vez que os dois se estranham. Nessa quinta-feira (13), Joel já tinha criticado a forma com que Bacci estava tratando o assunto no programa. "Vai ter que se retratar em muita coisa e voltar pra escolinha de repórter", afirmou. O jornalista rebateu: "Ele é tão covarde quanto o irmão".

A cobertura do assassinato do ator Rafael Miguel esquentou a audiência do "Cidade Alerta" desde segunda-feira (10), com médias acima dos 11 pontos na Grande São Paulo. Ontem, quinta, o programa marcou 12,2 pontos, com picos de 17 pontos. 21% dos televisores paulistanos estiveram sintonizados na atração.

continua depois da publicidade

Caso Rafael Miguel

O ator Rafael Miguel foi assassinado junto aos pais no domingo. A decretou a prisão temporária de Paulo Cupertino, considerado o autor do crime. A determinação partiu da juíza Débora Faitarone, da 1ª Vara do Júri. 

A namorada do ator, Isabela Tibcherani, contou que Paulo, seu pai, era muito ciumento e possessivo. Em depoimento na delegacia, ela explicou que, no dia, pegou carona com o namorado e os sogros, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50. Ao chegar em casa, no bairro da Pedreira, Zona Sul de São Paulo, se surpreendeu com a presença do pai na porta. Eles não moravam juntos.

continua depois da publicidade

Ela relatou que Rafael e seus pais estacionaram o carro e a acompanharam até a entrada da residência. Nesse momento, Paulo Cupertino Matias teria os abordado e mandado a filha entrar. Isabela contou que ele ficou do lado de fora com o trio e logo depois houve os disparos.