Lembrança

No "Bola da Vez", Roberto Cabrini diz que Casagrande apareceu nu em entrevista

Jornalista falou da sua carreira na ESPN Brasil

No
Roberto Cabrini no "Bola da Vez" - Foto: Reprodução/ESPN

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 12/05/2019 às 11:30:59 Atualizado em 12/05/2019 às 12:54:56

Roberto Cabrini conversou com jornalistas da ESPN Brasil no programa “Bola da Vez”. Ele relatou momentos marcantes como jornalista, quando conversou com Sócrates e Casagrande estava pelado ao fundo, além, é claro, do comunicado ao vivo da morte de Ayrton Senna em 1994.

Premiado por seu trabalho investigativo, Cabrini contou uma situação inusitada que enfrentou no mundo do futebol. O período era a luta dos brasileiros pela redemocratização do país. Sócrates, um dos símbolos dessa luta, líder da “Democracia Corintiana”, explicava a importância daquele ato. Porém, na imagem ao fundo, Casagrande estava pelado.

O fato foi narrado pelo jornalista contextualizando as diferenças tecnológicas dos tempos mais antigos com o que é produzido atualmente na televisão. Cabrini lembra que sequer notou a presença do jogador sem roupa ao fundo da imagem e que, na época, a edição era focada no áudio, voltando a fita na moviola.

“Era uma reportagem para o “Globo Esporte” e o Sócrates falava sobre a redemocratização no Brasil. O Casagrande aparecia peladão no fundo da imagem. Foram os 30 segundos mais longos da TV”, brincou. Os entrevistadores caíram na gargalhada.

Outro ponto da entrevista importante foi sobre a notícia da morte de Ayrton Senna. Roberto detalhou o momento e diz que sentiu dificuldades em anunciar para o país o falecimento de um ídolo em 1994. O jornalista teve a responsabilidade de informar, pela primeira vez, que o piloto havia morrido.

O apresentador do “Conexão Repórter” não se restringiu apenas ao esporte. Atualmente no SBT, contou que quase foi assassinado pelo Talibã. Por sorte, ele sabia a língua de um dos integrantes do grupo e pediu para falar com o líder, que falava inglês. Ao explicar a situação, ainda recebeu água e comida e depois foi libertado.

Cabrini escreveu um livro relatando as principais reportagens e denúncias que fez ao longo da carreira. O lançamento tem previsão de ocorrer em agosto deste ano e o jornalista tem a expectativa que sua trajetória influencie outros profissionais da área para que tenham coragem no mundo do jornalismo.

"Bola da Vez" com Roberto Cabrini foi levado ao ar à meia-noite do último sábado (11). Contará com reprises ao longo da programação nos próximos dias e também estará disponível na plataforma de streaming da ESPN.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!