Reportar erro
Nostalgia

De briga pela liderança à falência: Há 20 anos, saía do ar a TV Manchete

Emissora era uma das queridinhas dos Anos 90

Logo da TV Manchete
Há 20 anos saia do ar a emissora Manchete. Foto: Divulgação
Naian Lucas

Publicado em 10/05/2019 às 15:12:31

No dia 10 de maio de 1999, ou seja, há exatos 20 anos, deixava de existir uma emissora que chegou a disputar a liderança de audiência com a Globo. Trata-se da TV Manchete, criada em 1983 por Adolpho Bloch.

A Manchete está na memória afetiva de muita gente acima dos 30 anos de idade. Das telenovelas e passando até por programas infantis e grandes coberturas, o canal ainda hoje é lembrado com carinho.

“Eu sempre vi a Manchete nos anos 90 e lembro de muita coisa ainda hoje”, comentou Francisco Mello, 40, que garantiu ter a juventude marcada pela programação da emissora que acabou saindo do ar por conta de dívidas trabalhistas milionárias.

De briga pela liderança à falência: Há 20 anos, saía do ar a TV Manchete

Na dramaturgia, a Manchete chocou o mundo ao desafiar o império conquistado pela Globo. Em 1990, a emissora levou ao ar “Pantanal”, de Benedito Ruy Barbosa, e garantiu o primeiro lugar de audiência enquanto estava no ar. Outras tramas acabaram se tornando icônicas no casal, como é o caso de “A História de Ana Raio e Zé Trovão” e “Xica da Silva”.

Embora as maiores lembranças de parte da população seja com a teledramaturgia da Manchete, a emissora também explorou outras vertentes. Pioneiro em exibir séries japonesas, o canal atraiu uma multidão de fãs entre crianças e adolescentes nos anos 90 quando exibia programas como “Jaspion” e “Jiraya”.

A emissora também foi responsável por coberturas consideradas grandes. O Carnaval acabou se tornando consenso como um dos pontos altos da Manchete, que chegou a tirar da Globo os direitos de transmissão dos desfiles das escolas de samba e conquistou a liderança de audiência. Na maior parte dos anos, no entanto, a folia foi dividida.

De briga pela liderança à falência: Há 20 anos, saía do ar a TV Manchete

A TV dos Bloch também revelou muita gente, como as apresentadoras que depois fariam grande sucesso a partir dos anos 90: Xuxa Meneghel e Angélica. A rainha dos baixinhos esteve à frente do “Clube da Criança” entre os anos de 1983 e 1986, seu primeiro programa infantil. Quando ela deixou o canal migrando para a Globo, quem assumiu foi Angélica, que ficou à frente do “Clube” até 1993.

A Manchete foi ao ar em 1983 após assumir parte da concessão da TV Tupi, que tinha ido à falência. A outra parte ficou nas mãos de Silvio Santos, que fundou o SBT. Após a família Boch decretar falência, a Manchete foi vendida e deu lugar à RedeTV!.

O NaTelinha fez reportagem especial relembrando os 35 anos de fundação da Manchete e mostrando a situação atual da massa falida do canal, além de seu acervo.

Mais Notícias