Reportar erro
Smithsonian

Band fecha parceria e estreia novo canal por assinatura no Brasil

Anúncio será feito na próxima terça-feira (16) na sede da Band em São Paulo

Logo do canal Smithsonian
Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 11/04/2019 às 15:15:06

O Grupo Bandeirantes traz para o Brasil neste mês o sinal do Smithsonian Channel, em parceria com o instituto americano.

O anúncio oficial acontecerá na próxima terça-feira (16) na sede da emissora no Morumbi, em São Paulo. O NaTelinha apurou que inicialmente o canal vai fazer parte do line-up da Net. Porém, já existem negociações com outras operadoras.

O Smithsonian Channel exibe uma programação com documentários e séries premiadas sobre investigações, ciências, aviação e espaço, invenções, história natural, além de cultura pop.  É uma mistura de canal History com Discovery Channel. Seu  slogan é: "It's brighter here" - "É mais brilhante aqui", na tradução do inglês. Até por isso, seu logotipo é um sol.

 A nova aposta se junta aos outros canais distribuídos pelo Grupo Bandeirantes, dentre eles: Arte 1, BandNews, BandSports, Band Internacional e Terra Viva. 

O canal está presente em cerca de 37 países, como Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e parte da America Latina. 

O Smithsonian Channel foi lançado em 2007 nos  Estados Unidos e é resultado de uma joint-venture entre o Instituto Smithsonian e o Showtime Networks. 

Administrada pelo governo americano, o Instituto Smithsonian foi fundada em 1846 é composta por 19 museus, dentre eles, os três mais visitados do mundo e o Zoológico Nacional dos EUA.  

Em 2017, quando esteve no Brasil durante a Rio Content Market, David Royle, vice-presidente executivo de programação do canal, mostrou seu desejo de trazer o sinal ao país e fechar parcerias com produtoras nacionais.  

"Fazemos coproduções com produtores independentes de todo mundo, mas ainda não com o Brasil. Estou aqui para isso. Preciso da ajuda de vocês”, disse o executivo Da Smithsonian Channel .

Veja chamada do novo canal que está chegando ao país, em primeira-mão:

Mais Notícias