Audiência

Estreia da 3ª temporada da “Fábrica de Casamentos” cresce, mas Record diminui diferença


Fábrica de Casamentos
Divulgação

A terceira temporoada do reality show do SBT, “Fábrica de Casamentos”, estreou na noite do último sábado (06) e aumentou a audiência do programa em 26%, além de vencer a reprise do “Troca de Esposas” sem nenhuma dificuldade.

De acordo com os dados prévios disponibilizados pelo Kantar Ibope, o reality comandado por Chris Flores e Carlos Bertolazzi atingiu média de 9,2 pontos e superou o programa rival que fechou com audiência de 6,5.

Na comparação com a estreia da segunda temporada, o programa do SBT cresceu 26%. Em 2018, o “Fábrica de Casamentos” abriu o ano com média de 7,3 pontos. Se os números fossem comparados à primeira temporada, a diferença seria ainda maior, visto que o episódio piloto do programa ficou com 6,9 de média.

Os resultados atingidos pelo programa surpreendem também se a comparação se der através da média geral das duas temporadas. Em 2017, o reality obteve 6,53 pontos. Já no ano passado os números apontaram para 8,71. A nova temporada cresceu, portanto, quase 6% em relação à média geral do programa no ano passado.

E a estratégia da Record para frear o crescimento do SBT no horário e a estreia da nova temporada do “Fábrica de Casamentos” não surtiu efeito. A reprise do “Troca de Esposas”, reality que vai ao ar originalmente às quintas-feiras na emissora da Barra Funda, não teve êxito e ficou o tempo todo na terceira posição.

Vale lembrar, no entanto, que embora não tenha chegado à vice-liderança, a Record também teve crescimento no horário. Na comparação com a semana anterior, em que foi exibida a última edição do “Programa da Sabrina”, a emissora cresceu 38%. É que, na semana anterior, a despedida de Sabrina ficou com média de apenas 4,7 pontos.

A diferença entre Record e SBT também recuou. É que, o último episódio do “Júnior Bake off Brasil” no sábado anterior, havia obtido média de 9,7 pontos. A diferença que, na semana anterior era de 5 pontos, caiu para 2,7 pontos, ou seja, quase 50% de queda.

Mais Notícias