Passou mal

Dudu Camargo relata febre alta e dores para justificar saída repentina do "Primeiro Impacto"

Apresentador deixou telejornal na última sexta-feira (7)

Reprodução
Reprodução

Publicado em 10/09/2018 às 12:21:53 ,
atualizado em 10/09/2018 às 15:19:57

Por: Fabrício Falcheti

Dudu Camargo deu sua versão sobre o que aconteceu durante apresentação do "Primeiro Impacto" da última sexta-feira (7), quando passou mal e teve que deixar o jornal às pressas.

O NaTelinha procurou o apresentador no mesmo dia, porém ele só se pronunciou depois. Dudu Camargo descreveu que teve febre de 39ºC durante toda quinta (6) e dores no abdômen, se esforçou para trabalhar no dia seguinte mas não conseguiu, a ponto de quase perder os sentidos.

"Desde quinta-feira pela manhã quando eu voltava do SBT, cheguei em casa e já estava sentindo muita dor no corpo, eu vim gemendo dentro do carro de tanta dor. Não só dor, eu também já estava com febre. Cheguei em casa, deitei na cama, a febre só foi aumentando. Manteve durante a quinta-feira toda acima dos 39, não consegui tomar remédio, minha boca tava muito seca até que na noite de quinta para sexta, preocupado com o jornal do dia seguinte, eu decidi tomar o remédio para febre. A febre passou, porém começou a me dar uma dor muito grande no abdômen de forma interna, e como eu fiquei sem me alimentar durante o dia todo, com esta febre eu desidratei e acordei muito tonto na madrugada de sexta-feira para ir aa SBT. Tanto é que quem me levou para o SBT foi meu pai", contou.

"Fui perdendo os sentidos"

Dudu seguiu seu relato, dizendo que usou toda sua força para fazer a abertura do "Primeiro Impacto", quando foi "perdendo os sentidos".

"Chegando no SBT, eu relutei comigo mesmo, com meu corpo, dizendo: 'não, eu consigo apresentar o jornal, nem que eu faça sentado'. Só que eu comecei o jornal em pé usando toda minha força para fazer aquela abertura. De repente eu fui perdendo os sentidos, na abertura mesmo do jornal... Dei um sinal para a produção, eu achei que eu ia desmaiar a qualquer momento. Eles trouxeram a cadeira, eu sentei nessa cadeira, já não estava nem conseguindo narrar a imagem, estava ouvindo as vozes das pessoas bem de longe ali. Quando eu chamei a repórter no link, eu pedi break para a produção, que pediu: 'segura, nós vamos puxar um VT e vamos colar um VT atrás do outro. Daqui a pouco você chama o intervalo'. Depois que eu sentei, consegui ainda segurar apresentando o jornal bem aéreo, confuso, aí na sequência fui direto para o camarim", disse.

O atendimento

O apresentador ainda contou como foi atendido: "Fui atendido primeiro pelo bombeiro, porque o ambulatório da emissora ainda não estava aberto. Depois, logo na sequência, eu fui para o ambulatório, passei com a médica, ela prescreveu alguns remédios e fiquei no soro durante três horas com medicamentos. Foi feito alguns exames no ambulatório eu fui para casa. Na mesma sexta-feira fui no hospital, igualmente no sábado, porque também passei mal na madrugada, com a mesma dor no abdômen intensa".

Por fim, disse estar "bem melhor", sem revelar qual seria o diagnóstico.

Nesta segunda-feira (10), ele apresentou o "Primeiro Impacto" normalmente.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!