HBO renova "The Deuce" para sua segunda temporada

Divulgação

Publicado em 24/09/2017 às 11:20:34

Por: Fabrício Falcheti

A HBO anunciou nesta última semana a renovação da série "The Deuce" para sua segunda temporada.

A primeira leva acabou de estrear no Brasil e terá seu segundo episódio exibido neste domingo (24), às 21h.

“Estamos animados em dar continuidade a nossa parceria criativa junto com os gênios do roteiro David Simon e George Pelecanos”, disse Casey Bloys, presidente de programação da HBO. “Seu dom de fazer o público imergir em seus mundos sombrios e tensos traz uma verossimilhança brilhante, como nunca antes vista. Com os notáveis Maggie Gyllenhaal e James Franco à frente de um elenco excepcional, estamos ansiosos para nos aprofundar ainda mais nessa história cativante”, completou.

“Todos os envolvidos neste projeto estão genuinamente gratos à HBO pela chance de levar a narrativa para onde ela precisa ir”, disse Simon. “Conhecemos o tema e o propósito da história, mas existem muitas pessoas na indústria do entretenimento que talvez ainda não conheçam esse mundo, ou pior, saibam dele pelos motivos errados. A HBO é uma empresa séria. E eles não têm medo”, acrescentou.

“Muito obrigado à HBO, nossos parceiros de longa data, que nos deu agora a oportunidade de continuar a contar essa história envolvente”, agradeceu um dos criadores da série, George Pelecanos. “Estamos prontos para voltar ao trabalho, ao lado do nosso elenco e equipe fantásticos”, garantiu.

"The Deuce" acompanha o crescimento da cultura da pornografia em Nova York do início dos anos 70 até meados dos anos 80. É mostrado o universo do comércio sexual em que a revolução, que proporcionou mais liberdade sexual, e as novas definições legais do que era obsceno criaram condições para o surgimento de uma indústria bilionária, que agora é um elemento fundamental da cultura norte-americana.

A partir de 1971, a série mostra donos de bar, garçons, prostitutas, cafetões, policiais e outros personagens da vida noturna em um mundo de sexo, crimes e violência. Do momento em que o negócio da pornografia começa a ascender das casas de massagem e das produtoras de filmes apoiadas pela máfia até ocupar um espaço de legitimidade e importância cultural.



TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade