Chamas da Vida

Record exibe blackface em reprise de novela e irrita público

Cena exibe Lipe (André Di Mauro) pintando seu rosto de preto; prática foi abolida no teatro por ser considerada racista


Lipe (André Di Mauro) durante cena criticada, que foi exibida nesta quarta-feira (20) na reprise de Chamas da Vida
Lipe (André Di Mauro) durante cena criticada, que foi exibida nesta quarta-feira (20) na reprise de Chamas da Vida
Por Daniele Amorim

Publicado em 20/07/2022 às 19:13:00,
atualizado em 20/07/2022 às 19:13:57

Uma cena do capítulo desta quarta-feira  (20) da reprise de Chamas da Vida (2009) gerou comentários negativos nas redes sociais. No perfil oficial da Record, a emissora divulgou uma sequência em que Lipe (André Di Mauro) quer se disfarçar para entrar em uma clínica de aborto. Para isso, o personagem pinta o rosto com tinta preta. A prática é conhecida como blackface e foi abolida do meio artístico por ser racista. O método era usado por atores brancos no século 19 para interpretaram negros de maneira pejorativa. 

"Tinha uma equipe, uma produção, um diretor, os câmeras, assistentes de direção e uma c* de pessoas envolvidas e absolutamente ninguém viu problema em gravar essa merda?", criticou o influencer digital Vittu, em resposta ao conteúdo publicado.

Abaixo do comentário do perfil, o usuário Lucas Gabriel respondeu: "Cara, essa novela é de 2008-2009, outros tempos. Mas realmente hoje deveria dá uma cortada, a televisão fazia muito isso no passado...", lembrou o seguidor. 

A sessão de respostas da publicação de Record virou uma discussão entre internautas, outro perfis rebateram que a sequência não pode ter sido nem exibida quando foi ao ar pela primeira vez. "Em 2009 já estava errado, e não é da época. Da época seria se fosse lá no século 19 e 20, blackface é discutido e rechaçado desde metade do século 20 pelo menos", disse Maria Salles. 

Um perfil identificado como Débora ainda lembrou a trama que norteia a cena: "O cara estuprou uma adolescente, ela engravida e ele faz blackface pra perseguir ela na clinica de aborto. Eu sei que a novela tem 13 anos, mas, cadê a noção?". 

Record exibe blackface em reprise de novela e irrita público

História de Chamas da Vida 

Na narrativa, Lipe é um pedófilo e conhece Vivi  (Letícia Colin) na internet. Meses mais tarde, o rapaz se torna professor da adolescente e a estupra. Ela fica grávida do homem e tenta abortar em uma clínica. É neste contexto que o personagem usa a tinta preta para se "disfarçar" enquanto tenta impedir o procedimento. 

Já no final da novela, Lipe acaba descoberto pelo crime e acaba preso. 

Confira a cena que gerou revolta no público:

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias