Exclusivo

Aguinaldo Silva quer fazer nova versão de Tieta fora da Globo

Autor vem tentando vender o projeto para o streaming


Betty Faria, como Tieta, de costas
Tieta pode voltar ao ar com nova versão - Foto: Reprodução/Globo
Por Daniel César

Publicado em 08/03/2022 às 04:23:00,
atualizado em 08/03/2022 às 21:54:45

Aguinaldo Silva quer fazer uma nova versão de Tieta já em 2023 e não é para a Globo que o projeto está sendo oferecido. Responsável pelo sucesso da primeira exibição, em 1989, o novelista está negociando com plataformas de streaming para levar um modelo repaginado da trama, baseado na obra de Jorge Amado e que consagrou Betty Faria como a personagem icônica.

Segundo apurou o NaTelinha, o autor já desenhou o projeto, que teria um número de capítulos bem menor e seria específico para uma plataforma de streaming, que não o Globoplay. Aguinaldo já se reuniu mais de uma vez com a Netflix para apresentar o projeto, mas as negociações ainda não avançaram a ponto de haver sinalização de que deve haver aprovação. Nos bastidores da plataforma, há otimismo, porém ninguém consegue cravar que Tieta será, de fato, produzida.

Desde que deixou a Globo, após mais de 40 anos de contrato, o novelista vem trabalhando no projeto de uma nova versão de Tieta e tenta convencer o mercado de streaming sobre como a obra é atual e seria marcante. Um dos argumentos dele é de que a primeira exibição foi um sucesso incontestável e não deixa de ser verdade, já que a trama terminou com 65 pontos de média geral, o melhor desempenho de uma novela das 20h na década de 80.

Alguns pontos, no entanto, ainda não estão claros nessa nova versão e podem servir de impedimento. A primeira exibição do folhetim foi feito pela Globo, que teve os direitos cedidos por Betty Faria, que havia comprado e era a única que poderia produzir obra de audiovisual contando a história. Nos corredores da Netflix não se sabe se a atriz ainda é proprietária desses direitos ou se eles já expiraram. Como o livro foi publicado em 1977, ele ainda não caiu em domínio público. Em conversa informal com um executivo da empresa, ele disse que não haveria problema judicial, mas não entrou em detalhes sobre quem detém o direito da obra atualmente.

A nova versão de Tieta

Embora haja conversas com a Netflix, a reportagem também apurou que Aguinaldo chegou a apresentar o projeto para a Prime Video, que não tomou nenhuma decisão a respeito do tema. Outro caminho negociado foi a Band, mas a emissora paulista não pretende investir sozinha em dramaturgia neste momento e, inclusive, virou uma espécie de sócio de Faustão para buscar parceiros a fim de viabilizar o departamento, portanto, não há prazo definido.

A Netflix, por outro lado, vê com bons olhos uma novela icônica e que não seria considerada um remake, afinal é baseada em um livro. Aprovar o projeto seria uma resposta para o alto investimento em dramaturgia que a HBO Max vem fazendo e que já até acendeu o sinal amarelo da concorrência. Enquanto a líder do mercado ainda segue sem produzir o principal modelo de produto na dramaturgia brasileira, o Globoplay já se adiantou e levou ao ar Verdades Secretas 2 e a HBO anunciou Segundas Intenções, uma espécie de cópia de Avenida Brasil (2012).

Pelas redes sociais, Aguinaldo Silva negou que esteja desenvolvendo ou negociando o projeto de uma nova versão de Tieta.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias