O que vem por aí

Traição de Julinho, flagrante de Emília e arrependimento de Clotilde em Éramos Seis

Soraia fisga noivo da amiga, Adelaide choca a mãe e Olga assume o filho da irmã

Traição de Julinho, flagrante de Emília e arrependimento de Clotilde em Éramos Seis
Olga adota filho de Clotilde em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Publicado em 29/01/2020 às 08:05:00

Por: Taty Bruzzi

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Julinho (André Luiz Framabach) já vai ter se mandado para o Rio de Janeiro. Antes, o caçula da família Lemos fica noivo de Lili (Triz Paris). Longe da moça, o gerente da loja de tecidos vai cair nos braços de Soraia (Rayssa Bratillieri). A filha de Assad (Werner Schünemann) nunca escondeu seu interesse pelo rapaz e se aproveita agora que ele está longe dos olhos da rival para colocar suas garras nele.

Adelaide (Joana de Verona) vai se aproveitar que a mãe foi se reunir com as damas da sociedade paulistana para receber mais uma vez Alfredo (Nicols Prattes) em sua casa. O casal se empolga durante o encontro às escondidas para falarem de política e acaba se beijando ali mesmo, na mansão. Emília (Susana Vieira) chega de surpresa, vê a cena e fica chocada em saber que os dois continuam juntos.

Por fim, Clotilde (Simone Spoladore) acaba se convencendo a voltar para Itapetininga, mas não sem antes confessar para Lola (Gloria Pires) que está grávida e prestes a dar à luz.

A dona de casa tenta convencê-la a ficar em São Paulo, mas a solteirona decidiu entregar o filho para que Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Zeca (Eduardo Sterblitch) criem como se fossem deles. Quando se arrepende serpa tarde demais. Confira!

Clotilde se arrepende de entregar o filho para a irmã

Em Éramos Seis, Clotilde escondeu sua gravidez enquanto foi possível. Prestes a dar à luz, a solteirona decide revelar seu segredo para Lola e voltar para Itapetininga. A doceira fica chocada pela irmã ter escondido a barriga durante tanto tempo e tenta convencê-la a ficar em São Paulo com a promessa de que irá ajudá-la a criar a criança, mas a moça já se decidiu.

No meio da viagem de volta para o interior, Clotilde passa mal tem o filho no banheiro de uma estação de trem. Socorrida, por Olga e Zeca, o caipira vibra assim que vê o menino. “Nasceu um guerreiro”, dirá o cunhado de Clotilde.

O casal leva mãe e filho para serem atendidos por uma parteira de confiança da família que promete manter a discrição. "Dona Iracema sabe ser muda. E sábia. E as filhas da dona Maria sabem ser atrevidas. Mas você me ultrapassou. Ter filho assim, sozinha”, reage Olga.

“Um pai faz muita falta, viu. Sei porque não tive um. Mas, por isso mesmo, conte com seu cunhado aqui para ajudar na criação. Vou proteger esse menino como se fosse meu”, antecipa Zeca.

A essa altura, a ex-amante de Almeida (Ricardo Pereira) já havia se decidido a entregar o filho para que o casal o criasse como sendo deles e as palavras do cunhado só lhe deu mais certeza do que fazer.

“Vai ser seu. De vocês dois. Quero que fiquem com ele. Sejam pai e mãe. Que ele tenha o nome e o sobrenome na certidão”, implora Clotilde que não quer que seu filho seja um bastardo.

Enquanto isso, Dona Maria (Denise Weinberg) que já estava aflita com a demora da filha leva um tremendo susto com o que vê. “Mãe… Esse é o meu caçula”, responde Olga. A mãe de Lola logo entende o que aconteceu, mais abraça o neto sem fazer nenhuma pergunta.

A trama dará um salto de três meses. Na sequência, Lola aparece lendo uma carta de Clotilde dizendo que o filho está sendo muito bem criado pela irmã. Porém, o processo será doloroso e a solteirona fica triste sempre que vê Olga chamando o menino de meu filho. A cena vai ao ar dia 12 de fevereiro.

Emília flagra Adelaide e Alfredo juntos

Conservadora, Emília (Susana Vieira) fez de tudo para separar Adelaide de Alfredo. A socialite foi até capaz de exigir de Lola que impedisse o filho de se aproximar da prima em troca de conseguir um emprego para Carlos no banco. Nos próximos capítulos de Éramos Seis, a tia da doceira vai descobrir que todo seu esforço não adiantou de nada e ficar chocada ao presenciar um beijo apaixonado entre a filha e seu sobrinho.

Tudo acontece depois que a milionária concorda em se encontrar com outras damas da sociedade paulistana que são contra o governo de Getúlio Vargas. A novidade pega Adelaide de surpresa que questiona a mãe.

“Minha motivação é outra, não os baderneiros. São Paulo sempre foi o estado mais rico e o que tem mais tradição… Merece meu apoio”, responde a socialite afirmando que seu interesse é manter as tradições e a economia nas mãos de quem tem poder.

“Madame Emília sai de sua mansão e se reúne com as damas da alta estirpe paulista que moram em outras mansões… para lutar ao lado dos revolucionários, não é intrigante?”, indaga a caçula.

Porém, a moça não perde tempo, liga para loja onde Alfredo está trabalhando e o convida para ir até à mansão na intenção de fazer as pazes com o ex-namorado já que os dois andaram separados depois de sério desentendimento.

Assim que chega ao seu destino, o sobrinho de Emília é recebido com um beijo caloroso da prima e fica feliz. Afinal, ele chegou a confidenciar a Almeida que chegou a acreditar que estava diante de um amor verdadeiro nos braços de Adelaide, mas desistiu por medo de sofrer.

Durante a conversa, Alfredo conta para a prima que vai seguir até o fim da luta contra o governo por honra ao irmão morto. “Entrei nessa revolta até o pescoço. Vou até o fim, pelo meu irmão que morreu. Aliás…. A possibilidade de confronto aumenta. Hoje pode ser nossa despedida”, confessa o vendedor.

Emocionada, Adelaide se joga mais uma vez nos braços do amado e os dois se beijam novamente. As carícias ficam ainda mais intensas quando Emília surge na porta e flagra o encontro dos dois.

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 12 de fevereiro.

Soraia se joga para Julinho e rapaz corresponde Julinho se mudou para o Rio de Janeiro e se tornou gerente da nova loja de tecidos de Assad. Antes, o caçula de Lola assumiu compromisso com Lili ficando noivo da moça.

Longe dos olhos atentos da jovem, o irmão de Alfredo vai se deixar cair em tentação e ficar com Soraia. A filha do turco sempre arrastou a asa para o funcionário do seu pai e verá ali a oportunidade de agarra-lo de uma vez.

Traição de Julinho

Assim como previu Genu (Kelzy Ecard), mãe de Lili, que chegou a dizer que noivado não garante fidelidade e estando Julinho solto em outra cidade, ele poderia trair a filha da fofoqueira. A traição acontece já nos próximos capítulos de Éramos Seis, depois de tanto armar para ficar sozinha com o jovem, a patricinha aproveita uma distração de Assad para ir até o quarto do amado que está hospedado em sua casa.

“É melhor você ir, Soraia. Ouvi um barulho, seu pai chegou, se te pega enfiada no meu quarto…”, alerta o filho de Lola. A menina pede calma e diz que se isso acontecer inventa uma mentira dizendo que os dois estão jogando uma partida de damas.

Para desespero de Julinho, o comerciante chama pelo funcionário para lhe dar uma notícia e o gerente fica sabendo pelo patrão que seu irmão mais velho, Carlos, foi baleado.

Julinho corre para São Paulo, mas infelizmente não chega a tempo de encontrar o rapaz vivo. Ele se encontra com Lili que pergunta sobre Soraia e mente para a noiva.

“Mal vejo. O turco quer que ela arrume um marido rico então ela vive em bailes, jantares… E eu trabalhando sem parar, quando chego em casa é para dormir”, engana a moça. A cena vai ao ar nos próximos capítulos de Éramos Seis.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!